Divulgação
Divulgação

Butler ofusca Antetokounmpo e Miami Heat derrota Milwaukee Bucks na NBA

Ala-armador foi o cestinha da partida, com 40 pontos, e comandou a vitória por 115 a 104 na semifinal da Conferência Leste

Redação, Estadão Conteúdo

31 de agosto de 2020 | 23h26

Em noite inspirada de Jimmy Butler, o Miami Heat derrubou o Milwaukee Bucks, no primeiro jogo da série da semifinal da Conferência Leste, em Orlando, na "bolha" criada pela NBA na Flórida. Butler comandou a vitória por 115 a 104 sobre a melhor equipe da temporada regular da competição, nesta segunda-feira.

O ala-armador foi o cestinha da partida, com 40 pontos. Ofuscou, assim, Giannis Antetokounmpo, principal jogador dos Bucks e forte candidato a MVP. O jogador grego esteve perto de um "triple-double", ao anotar 18 pontos, dez rebotes e nove assistências. Porém, foi bem marcado pelo Heat.

Butler, decisivo ao longo de todo o jogo, teve a companhia do esloveno Goran Dragic, responsável por 27 pontos, seis rebotes e cinco assistências, e Bam Adebayo, com 12 pontos, 17 rebotes ("double-double") e seis assistências. Jae Crowder contribuiu com nove pontos e o mesmo número de rebotes.

Do outro lado, se Antetokounmpo não brilhou tanto na pontuação, Khris Middleton compensou e liderou a equipe, com seus 28 pontos. E Brook Lopez registrou 24 pontos. Os Bucks sofreram um desfalque de última hora. Eric Bledsoe, um dos destaques do time, foi vetado por conta de um estiramento na coxa direita.

Mesmo sem Bledsoe, o time de Milwaukee começou melhor e terminou o primeiro quarto com uma vantagem de 11 pontos: 40 a 29. Mas, aos poucos Butler passou a entrar no jogo, e a equipe de Miami equilibrou o duelo, com superioridade no segundo quarto. No terceiro, a diferença chegou a nove pontos para o Heat.

Mais equilibrado em todos os setores, o time de Miami manteve o ritmo no último período e confirmou a vitória, abrindo 1 a 0 na série melhor de sete jogos. As duas equipes voltam a enfrentar na noite de quarta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.