Arquivo/AE
Arquivo/AE

Carlos Colinas viaja para conversar com a ala Iziane

Técnico quer saber se a atleta estaria disposta a voltar para a seleção brasileira de basquete

AE, Agência Estado

30 de março de 2010 | 17h36

A ala Iziane terá uma nova chance para voltar a defender a seleção brasileira feminina de basquete. Considerada uma das melhores jogadores do País na atualidade, ela receberá na próxima semana a visita do novo técnico do Brasil, o espanhol Carlos Colina. O treinador viajará para a Europa a fim de conversar com algumas atletas que pretende incluir em suas convocações.

Antes de falar com Iziane, que não atua pela seleção desde 2008 e até chegou a recusar uma convocação de Paulo Bassul, ex-treinador do time brasileiro, Colinas chegará a Madri nesta sexta-feira, onde fica até domingo. Na Espanha, ele verá a pivô Érika de Souza, que atua pelo Ros Casares, e a ala/armadora Helen Luz, do Hondarribia Irun, em ação pelo campeonato local.

Após deixar Madri, Colinas segue para a Itália. Em Faenza, o técnico espanhol verá a armadora Adrianinha defendendo o time local pela Liga Italiana. De Faenza, ele retorna novamente para a Espanha. Desta vez em Valência, Colinas acompanhará o Final Four da Euroliga, que começa no dia 9 de abril. Entre os quatro times finalistas, estão o Ros Casares e a equipe de Iziane.

Enquanto a WNBA não recomeça, a ala vem atuando pelo Wisla Can-Pack, da Polônia. Além de assistir Iziane em ação pelo time da Cracóvia, Colinas deve tentar convencer a jogadora a voltar à seleção brasileira, uma intenção já demonstrada publicamente pela ex-jogadora Hortência, atual diretora do departamento feminino da CBB (Confederação Brasileira de Basketball).

Colinas ainda permanecerá na Europa para assistir às semifinais da Liga Espanhola e volta ao Brasil no dia 21 de abril. Em seu retorno, ele já deve começar a esboçar o grupo que pretende levar para o Mundial na República Checa, que acontece entre 23 de setembro e 3 de outubro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.