Reprodução Twitter Houston Rockets
Reprodução Twitter Houston Rockets

Carmelo Anthony assina por um ano com o Houston Rockets na NBA

Ala de 34 anos vai receber US$ 2,4 milhões (cerca de R$ 9,3 milhões) pela temporada

Estadão Conteúdo

13 Agosto 2018 | 18h10

Depois de deixar o Oklahoma City Thunder em uma troca com Atlanta Hawks, que o liberou em seguida para que o atleta se tornasse agente livre na NBA, Carmelo Anthony foi oficializado nesta segunda-feira como novo reforço do Houston Rockets para a próxima temporada da liga de basquete dos Estados Unidos.

O astro de 34 anos já havia acertado um acordo verbal com o time texano e agora, após ser aprovado em exames médicos e testes físicos, assinou compromisso de um ano em um contrato de US$ 2,4 milhões (cerca de R$ 9,3 milhões).

O gerente geral do Rockets, Daryl Morey, anunciou o acordo com Anthony e a franquia de Houston publicou uma foto em suas redes sociais na qual o jogador posa com a camisa do seu novo time. No time de Houston, ele passará a atuar ao lado de James Harden, eleito MVP (jogador mais valioso) da temporada passada, e de Chris Paul, com o qual também mantém boa amizade fora das quadras.

Com a experiência e categoria de Anthony, que inicialmente deverá servir como opção de banco, o Rockets espera conquistar o seu primeiro título na NBA desde 1995. Na última temporada, o time foi derrotado pelo Golden State Warriors na decisão da Conferência Oeste em um confronto cujo campeão só foi definido na sétima e derradeira partida da série travada entre as duas equipes.

Dez vezes eleito para o All-Star Game da NBA, Carmelo Anthony tenta voltar a se destacar na liga após uma temporada decepcionante com o Thunder, registrando a pior média de pontos de sua carreira, com 16,2 por jogo em 78 partidas disputadas.

Após ter sido uma das escolhas do draft de 2003 da NBA, Anthony possui uma média geral de 24,1 pontos, 6,5 rebotes e três assistências na competição, sendo que nesta sua carreira ele teve longas passagens por Denver Nuggets e New York Knicks antes de atuar pelo Thunder apenas na temporada passada.

O jogador de 2,03 metros possui trajetória destacada pela seleção dos Estados Unidos, pela qual foi medalhista de ouro olímpico por três vezes, nos Jogos de Pequim-2008, Londres-2012 e Rio-2016. Ele é o maior cestinha da equipe nacional e também figura como recordista de rebotes pelos EUA, tendo sido ainda o pontuador máximo da temporada 2012/2013 da NBA, com uma média de 28,7 por partida.

A próxima edição da liga norte-americana de basquete começará em 16 de outubro e a estreia do Rockets será um dia depois, contra o New Orleans Pelicans, em casa.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.