Lucy Nicholson/Reuters - 18/2/2011
Lucy Nicholson/Reuters - 18/2/2011

Carmelo Anthony deixa o Denver Nuggets e vai para o New York Knicks

Negociação envolveu cinco jogadores da franquia do Colorado e quatro da equipe de Nova York, além de três escolhas de draft e US$ 3 milhões

AE, Agência Estado

22 de fevereiro de 2011 | 11h04

Depois de muita especulação desde o início da temporada, o Denver Nuggets finalmente acertou a ida do ala Carmelo Anthony para o New York Knicks. Em uma negociação envolvendo cinco jogadores do Denver e quatro do Knicks, além de três escolhas de draft e US$ 3 milhões (cerca de R$ 6,8 milhões), a transferência foi confirmada nesta terça-feira.

Para ficar com o astro, o time de Nova York mandou para a franquia do Colorado o armador Raymond Felton, os alas Danilo Gallinari e Wilson Chandler, o pivô Timofey Mozgov e três escolhas de draft - sendo duas de segunda rodada, em 2012 e 2013, e uma de primeira, em 2014. O Nuggets também recebeu três milhões de dólares em dinheiro.

Já o Knicks contará agora com os armadores Chauncey Billups e Anthony Carter, e os alas Renaldo Balkman e Shelden Williams. Com isso, a equipe ganha em experiência e qualidade, mas perde em juventude e boas peças de reposição. Com o Nuggets acontece o inverso.

Considerado um dos principais astros da NBA, Carmelo Anthony foi escolhido pelo Denver na terceira posição do draft de 2003, o mesmo que revelou LeBron James, Dwyane Wade e Chris Bosh. Em sua oitava temporada na liga norte-americana, o ala tem ao longo da carreira médias de 24,8 pontos, 6,3 rebotes e 3,1 assistências.

A saída do jogador já era prevista desde o fim do último campeonato. Ele se tornará agente livre (não possuirá mais contrato com a franquia em que estiver) ao fim da temporada e já havia manifestado o interesse de deixar o Nuggets, ameaçando sair da equipe, ao fim de seu vínculo, de graça. Los Angeles Lakers e New Jersey Nets também foram cogitados como possíveis destinos do ala, mas ele mesmo já havia dito que gostaria de jogar no Knicks.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.