Nilton Fukuda/Estadão - 08/07/2009
Nilton Fukuda/Estadão - 08/07/2009

Catanduva prepara reativação de equipe feminina

Prefeitura e empresários da cidade se movimentam para reativar equipe, que foi dissolvida no ano passado

Alessandro Lucchetti, O Estado de S. Paulo

27 de março de 2013 | 16h55

SÃO PAULO - Campeã paulista em 2008 e nacional na temporada 2009/10, Catanduva se prepara para reativar seu time feminino de basquete. Nesta terça-feira, o presidente em exercício do Catanduva Basket Clube, Luís Roberto Daoglio, o Itajobi, foi à Federação Paulista de Basquete para conversar com seu presidente, Toni Chakmati. Catanduva terá que saldar uma dívida com a FPB, referente a mensalidades em atraso, que gira em torno de R$ 15 mil, segundo o dirigente. No entender de Itajobi, isso não será problema.

"Contamos com o apoio da prefeitura e da secretaria municipal de esportes. Algumas empresas que já nos patrocinaram devem nos socorrer. Devemos saldar a dívida com a Federação Paulista e em seguida acertar pendências com jogadoras. No meio de abril deveremos estar iniciando a remontagem do time", diz Itajobi.

Ao menos uma atleta já está apalavrada com Catanduva. Trata-se da armadora Natália Burian, que está suspensa desde março do ano passado por ter sido flagrada no antidoping devido ao uso do anabolizante nandrolona, utilizado para o reforço da massa muscular. Natália foi pega no antidoping quando defendia Catanduva na edição 2011/12 da Liga de Basquete Feminino. A punição da jogadora expira em novembro. O Campeonato Paulista terá início em agosto.

O retorno do técnico Edson Ferreto, demitido semana passada de Ourinhos, parece improvável. Assim como o presidente de Ourinhos, que contratou Cristiano Cedra, auxiliar de Luiz Tarallo na seleção brasileira, Itajobi se inclina por um treinador jovem. 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
basquete femininobasqueteCatanduva

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.