Tony Dejak/AP
Tony Dejak/AP

Cavaliers bane torcedor por insulto racista a jogador do Spurs

Franquia não divulgou o nome ou qualquer detalhes sobre o torcedor

Estadão Conteúdo

27 de fevereiro de 2018 | 17h28

O Cleveland Cavaliers baniu um torcedor por insultos racistas ao armador Patty Mills, do San Antonio Spurs. A franquia anunciou a punição nesta terça-feira, dois dias depois do acontecimento no confronto entre as equipes pela NBA, realizado na Quicken Loans Arena, em Cleveland.

+ LeBron chega aos 30 mil pontos na NBA, mas Cavaliers perde para o Spurs

Os responsáveis pela segurança do Cavaliers identificaram o torcedor após reverem as imagens da partida. O homem em questão estava sentado próximo à quadra e gritou as ofensas a Patty Mills quando o armador se preparava para arremessar lances livres, no último quarto.

O Cavaliers não divulgou o nome ou qualquer detalhes sobre o torcedor, que está banido de qualquer evento na Quicken Loans Arena por um ano. A franquia, então, vai rever a punição ao fim deste período para decidir se a prorrogará.

Na transmissão da rede ABC nos Estados Unidos, foi possível ouvir o torcedor gritando: " Ei, jamaicano, eles querem que você volte pro bobsled!". Mills, na verdade, é australiano e tem ascendência aborígine.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.