Cavaliers perto de contar com retorno do pivô Ilgauskas

Veterano acerta rescisão com o Washington Wizards para voltar ao time que disputa o título da NBA

estadao.com.br,

25 de fevereiro de 2010 | 14h06

O veterano pivô Zydrunas Ilgauskas acertou nesta quinta sua rescisão contratual com o Washington Wizards, equipe que o adquiriu após uma troca entre três equipes que culminou na ida do ala Antawn Jamison para o Cleveland Cavaliers.

Com isso, o jogador pode acertar com qualquer outro time da NBA, mas seu retorno ao Cleveland Cavaliers é quase certo, levantando suspeitas de que havia um pré-acordo entre a equipe e o pivô antes da troca, que o mandou para o Wizards, acontecer. Apesar da suspeita, a NBA disse que não pretende punir a franquia ou o atleta.

"Ele deve decidir o que fará em breve. Provavelmente neste fim de semana", disse o agente de Ilgaukas, Herb Rudoy, que negociou o valor da rescisão do contrato que estipulava o pagamento de US$ 11,5 milhões (cerca de R$ 20,7 milhões) ao jogador pela temporada 2009/10. Estima-se que Ilgauskas terá de pagar ao clube de Washington US$ 1,5 milhão.

Em contrapartida, o pivô, de 34 anos, terá de aceitar um salário menor pelo restante da temporada de acordo com as regras da NBA; situação perfeita para o Cleveland Cavaliers, que voltará a contar com um jogador de garrafão, além do brasileiro Anderson Varejão, do astro Shaquille O'Neal, e de Leon Powe.

Em 12 temporadas da NBA, todas com o time de Cleveland, Ilgaukas obteve médias de 13,9 pontos e 7,7 rebotes, e na atual temporada havia perdido espaço por causa da contratação do pivô Shaquille O'Neal.

"JEITINHO AMERICANO"

Apesar das inúmeras regras impostas pela NBA para troca e negociação de atletas, as franquias sempre acham um jeito de melhorar seus respectivos times através de trocas consideradas "antiéticas".

Como luta para conquistar seu primeiro título da NBA, a equipe de Cleveland achou um meio de se reforçar com Antawn Jamison sem perder atletas. Na negociação, ficou com Jamison em troca de Ilgauskas, a escolha do primeiro round do draft da NBA em julho deste ano, além dos direitos sobre o jogador Emir Preldzic.

Como o Wizards procurava apenas aliviar sua folha de pagamento para investir em atletas na próxima temporada, o Cleveland Cavaliers ganhou um atleta importante por pouca coisa em troca. Na realidade, nada, já que deve ter Ilgauskas de volta e a escolha do draft da NBA não seria boa.

Para que a negociação desse certo dentro das regras financeiras da NBA, os dois times envolveram o Clippers, que ficou com Drew Gooden, cedendo o esquecido Sebastian Telfair para o Cavs, e Al Thornton para o Wizards.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.