CBB começa a ceder à pressão dos clubes do Nacional

Os clubes saíram fortalecidos da reunião realizada nesta terça-feira com o presidente da Confederação Brasileira de Basquete, Gerasime Grego Bosikis, em São Paulo (SP), para definir a organização do próximo Campeonato Nacional Masculino. As equipes conseguiram que o dirigente aumentasse o número de representantes na Comissão Executiva - agora são 13 - e delegasse maior poder de decisão ao grupo, que deverá elaborar o formato do Nacional 2006/2007.Segundo o diretor do Pinheiros, Carlos Osso, a comissão terá de tomar decisões importantes. A primeira delas é quanto à composição do campeonato. ?Grego sugeriu um Nacional de 22 equipes classificadas pelos Estaduais, mas, até pelo problema do Paulista, que começa em outubro, propusemos dividir o Nacional em duas divisões de 15 clubes cada.? Outra questão é o fato de o calendário do Nacional - previsto para ser disputado entre os dias 10 de novembro de 2006 e 19 de junho de 2007 - entrar em conflito com o do Campeonato Paulista. Uma terceira questão a ser resolvida é a promessa de Grego de integrar o Grajaú ao Nacional.Segundo do diretor do Grupo Universo, Jorge Bastos, a comissão passou a ser formada pelos seguintes clubes: Universo, Paulistano, Pinheiros, Rio Claro, Franca, Limeira, Flamengo, Espírito Santo, Joinville, Bandeirante, Ulbra, Minas e Londrina. ?O grupo vai se reunir na segunda-feira na Capital para discutir o Nacional.?

Agencia Estado,

08 de agosto de 2006 | 19h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.