CBB faz reunião para definir futuro do Nacional

A Confederação Brasileira de Basquete (CBB) cancelou os jogos das oitavas-de-final do Campeonato Nacional Masculino de Basquete, que estavam previstos para acontecer na noite desta quinta-feira, para não desobedecer liminar da juíza da 46ª vara do Tribunal de Justiça do Estado do Rio, Maria Luiza Niederauer. A entidade também convocou uma reunião com as 18 equipes participantes, na tarde de sexta, no Rio, para definir o futuro da competição.A liminar judicial foi obtida na quarta-feira pela equipe da Telemar/RJ, que luta pela sua participação no Nacional. Nela, a juíza Maria Luiza Niederauer anulou tantos os jogos já realizados do campeonato como proibiu a continuação da disputa.?É triste ter chegado a esse ponto para reavermos um direito constitucional, que nunca poderia ter sido tirado da gente. A CBB ignorou todas as decisões e ordens judiciais anteriores, nos desrespeitou, desrespeitou a Lei a a Justiça. Não restou outra alternativa que não parar a competição?, explicou o diretor do time da Telemar, Oscar Schmidt.A Telemar e mais 4 equipes (Araraquara, Casa Branca, Limeira e Ulbra/Mogi) tinham direito de disputar o Campeonato Nacional, mas foram excluídas pela CBB por participarem da liga independente Nossa Liga de Basquete (NLB). Por isso, a briga foi parar na Justiça e deve ser resolvida nesta sexta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.