Ayrton Vignola/AE
Ayrton Vignola/AE

CBB reúne medalhistas olímpicos de 1960 para homenagem

Ex-jogadores autografaram camisas e discursaram em evento na capital paulista

AE, Agência Estado

15 Dezembro 2010 | 17h52

SÃO PAULO - A Confederação Brasileira de Basquete (CBB) reuniu nesta quarta-feira oito ex-jogadores que estiveram na conquista da medalha de bronze na Olimpíada de Roma, em 1960, num evento realizado em São Paulo para homenagear os participantes do feito que está completando 50 anos.

Os ex-jogadores Amaury Pasos, Antonio Salvador Sucar, Carlos Domingos Massoni (Mosquito), Edson Bispo dos Santos, Jatyr Schall, Moisés Blas, Waldyr Geraldo Boccardo e Wlamir Marques estiveram no evento, enquanto Carmo de Souza (Rosa Branca) e Zenny Azevedo (Algodão), ambos já falecidos, foram representados pelos seus familiares.

"É com muito orgulho que a CBB reverencia nossos bravos heróis. Essa singela homenagem representa toda nossa gratidão e respeito por aqueles que lutaram com garra e mostraram ao mundo o talento brasileiro. É também uma grande oportunidade de reunir esses heróis. Aproveitamos este memorável encontro para ouvir histórias e aprender com nobres atletas o valor do esporte, do amor à pátria e do espírito olímpico", disse o presidente da entidade, Carlos Nunes.

A medalha de bronze nos Jogos de Roma foi uma das três que o basquete masculino brasileiro conquistou na história olímpica - as outras foram em Londres/1948 e Tóquio/1964. Naquela edição de 1960, a seleção brasileira somou vitórias sobre Porto Rico, União Soviética, México, Itália, Polônia e Checoslováquia, mas perdeu depois para União Soviética e Estados Unidos.

Mais conteúdo sobre:
basqueteCBBRoma 1960Olimpíadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.