Celtics vence clássico e mantém a ponta na Conferência Leste

Garnett leva a melhor no duelo com Kobe Bryant, do Lakers, e leva o time de Boston à vitória

Efe,

24 de novembro de 2007 | 11h56

Lakers e Boston Celtics protagonizaram na última sexta uma nova edição de um clássico que marcou época nos anos 80 por reunir de um lado Larry Bird e do outro Magic Johnson. A nova edição desta histórica disputa teve como protagonista o ala Kevin Garnett, que levou o Boston à vitória de 107 a 94 sobre o time comandado pelo ala-armador Kobe Bryant.   Garnett conduziu sua equipe ao triunfo marcando um double-double, com 21 pontos e 11 rebotes, e teve o apoio do ala Paul Pierce, com 20 pontos, e do ala-armador Ray Allen, com 18.   Com esta pontuação, Pierce se tornou o nono jogador da história dos Celtics a alcançar a marca dos 25 mil pontos. O maior cestinha da equipe de todos os tempos é John Havlicek, com 46.471 pontos. Enquanto isto Allen superou a barreira dos 30 mil minutos como profissional e se tornou o 103º jogador da história da liga americana a alcançar este feito.   Na equipe adversária, Bryant chegou a 28 pontos (9 de 21 arremessos de quadra), quatro rebotes e três assistências.   Já no aspecto individual os destaques da NBA foram o pivô Shaquille O'Neal e o ala-armador Dwyane Wade, que tiveram grande atuação na vitória de 98 a 91 do Miami Heat sobre o Houston Rockets. O'Neal marcou 26 pontos, sua melhor marca na temporada, e pegou 14 rebotes, enquanto Wade alcançou 31 pontos, sua pontuação mais alta desde que se recuperou de uma lesão no dia 14 de novembro.   Quem também manteve a seqüência de vitória foi o Phoenix Suns, que bateu o Los Angeles Clippers por 102 a 90. O pivô Amar Stoudemire marcou 13 de seus 29 pontos, sua melhor pontuação na temporada, no terceiro quarto, e levou o Suns a sua oitava vitória consecutiva.   Além disso, quem triunfou foi o San Antonio Spurs, que derrotou o Memphis Grizzlies por 101 a 88. Os destaques do Spurs foram o pivô Tim Duncan e o armador francês Tony Parker, com 28 e 21 pontos, respectivamente. Eles ajudaram seu time a garantir seu quarto triunfo consecutivo e a marca de 11 vitórias e 2 derrotas na temporada, a melhor da Conferência Oeste.   Já o Denver Nuggets retornou ao caminho positivo com uma grande atuação do ala Carmelo Anthony, que contribuiu com 31 para o triunfo de 99 a 93 sobre o Minnesota Timberwolves. O Nuggets, que tem uma campanha com 9 vitórias e 4 derrotas, venceu sete de seus últimos oito jogos.   Por outro lado, o Utah Jazz não cede terreno em sua divisão e com uma boa atuação do ala Carlos Boozer, que alcançou 19 pontos, bateu o New Orlean Hornets por 99 a 71.   A surpresa da rodada foi protagonizada pelo Indiana Pacers, que venceu o Dallas Mavericks por 111 a 107. O ala Danny Granger alcançou 25 pontos e o armador Jamaal Tinsley 24, o que ajudou o Pacers a alcançar uma seqüência de duas vitórias consecutivas e a frear o Mavericks, que vinha de cinco triunfos seguidos.   Dando uma demonstração de basquete ofensivo, o Detroit Pistons venceu o Philadelphia Sixers por 83 a 78. O ala Tayshaun Prince marcou 15 pontos e comandou as ações ofensivas do Pistons, que continua liderando a Divisão Central ao se manter invicto em partidas realizadas em sua quadra.   Já o pivô Dwight Howard conseguiu 34 pontos e 17 rebotes para ajudar o Orlando Magic a alcançar uma vitória de 105 a 92 sobre o Charlotte Bobcats. Por outro lado, o Washington Wizards não teve a mesma sorte e acabou derrotado por 115 a 123 pelo Golden State Warriors.   O armador Baron Davis alcançou um triple-double e comandou o Warriors, enquanto pelo Wizards o ala Caron Butler também alcançou um triple-double. Davis chegou a esta marca com 33 pontos, 11 rebotes e 15 assistências, enquanto Butler teve 26 pontos, 11 rebotes e 10 assistências.   Já o Portland Trail Blazers venceu o Sacramento Kings por 87 a 84 apenas no fim do confronto, resultado com o qual encerra com uma seqüência de cinco derrotas consecutivas.   Encerrando, o ala Richard Jefferson marcou 30 pontos e levou o New Jersey Nets a uma vitória de 98 a 93 sobre o Seattle Super Sonics.

Tudo o que sabemos sobre:
NBA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.