Chicago Bulls derruba o Dallas Mavericks do topo da NBA

A seqüência de oito vitórias e a liderança do Dallas Mavericks na NBA chegaram ao fim no United Center de Chicago, onde o Bulls levou a melhor na vitória por 96 a 85. O ala sudanês Luol Deng e o ala-armador Ben Gordon foram decisivos. Gordon foi uma máquina, com 30 pontos, seis rebotes, cinco assistências e duas roubadas de bola. Deng venceu o duelo com o ala Josh Howard: foram 21 pontos, nove rebotes, duas assistências e uma roubada de bola. O pivô Ben Wallace brilhou com 17 rebotes, quatro tocos e cinco pontos. "Jogamos uma grande partida como equipe e na marcação", declarou Scott Skiles, treinador do Bulls. "Vencer a equipe com melhor campanha da liga é algo que deve motivar os jogadores", acrescentou. O Bulls (25-19) ganhou o segundo jogo consecutivo e está em terceiro lugar na Divisão Central. O armador Kirk Hinrich e o veterano ala P.J.Brown, que podem ser trocados pelo espanhol Paul Gasol, do Memphis Grizzlies, marcaram 15 e 12 pontos, respectivamente. Já o Mavericks (35-9) saiu de uma desvantagem de 17 pontos para, a 4:19 minutos do fim, chegar à parcial de 76-79. Mas no fim pagou o preço da sua pior atuação da temporada no ataque (31,2% de acerto nos arremessos de quadra). Só o ala alemão Dirk Nowitzki se salvou, com 28 pontos e 11 rebotes. Foi a segunda derrota nos últimos 23 jogos do Mavericks. Agora, o Phoenix Suns (34-8), do armador brasileiro Leandrinho, que folgou na rodada, é o líder da NBA. No outro jogo da rodada, pela segunda noite consecutiva o New Jersey Nets viu a vitória escapar nos últimos segundos do tempo regulamentar, desta vez com o ala-armador Cuttino Mobley acertando um arremesso de três pontos para dar ao Los Angeles Clippers a vitória por 102 a 101, a quarta consecutiva da equipe californiana. O Clippers, a 0,6 segundo do fim e com uma desvantagem de 99-101, deu a bola a Mobley, o especialista em tiros de longe. E ele não falhou em sua tentativa, carimbando a vitória de sua equipe. O Nets perdeu o terceiro jogo consecutivo. E um detalhe interessante: as três derrotas foram por um ponto de diferença. Elton Brand e o reserva Corey Maggette lideraram o ataque do Clippers (21-21), com 18 pontos cada um. Pelos Nets o destaque foi o ala-armador Vince Carter, com 33 pontos, três assistências e três rebotes, foi o líder do time que continua em segundo lugar na Divisão Atlântico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.