Lucy Nicholson/Reuters - 23/11/2010
Lucy Nicholson/Reuters - 23/11/2010

China restringe contratação de jogadores da NBA

Bryant chegou a acertar com um time, mas não deve jogar

AE, Agência Estado

19 de agosto de 2011 | 10h45

A Associação Chinesa de Basquete (CBA) confirmou nesta sexta-feira que vai restringir a contratações de jogadores da NBA pela equipes nacionais, mas ainda permitirá que agentes livres reforcem as equipes. A temporada 2011/2012 da liga norte-americana de basquete está ameaçada de ser cancelada por conta da greve dos jogadores.

O anuncio da associação irá impedir a chegada de jogadores que estão sob contrato, como Carmelo Anthony e Chris Paul. Eles e outros astros da liga norte-americana tinham manifestado interesse em jogar na China, se o impasse trabalhista na NBA se arrastar e resultar no cancelamento de totalidade ou parte da temporada 2011/2012.

A CBA disse nesta sexta-feira que ainda poderão ser contratados jogadores que são agentes livres na NBA, mas vai obrigá-los a jogar uma temporada inteira na China. A associação pretende anunciar outras restrições para evitar saídas suspeitas dos atletas, por supostas contusões ou problemas familiares em casa.

O armador Kobe Bryant chegou a anunciar o acertou com o Shanxi Zhongyu para disputar a liga chinesa. E apesar do veto, outras equipes chinesas ainda sonham com a contratação de outros astros, como Steve Nash, Dwight Howard, Kevin Durant e Pau Gasol.

Tudo o que sabemos sobre:
basqueteNBAChinalocaute

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.