China, sem Yao Ming, perde para Orlando Magic em amistoso

Partida disputada em Macau tem como objetivo promover a Liga Norte-Americana no mercado chinês

Efe,

19 de outubro de 2007 | 09h25

O Orlando Magic, com uma grande atuação do porto-riquenho Carlos Arroy (ele fez 25 pontos), venceu facilmente um combinado da China por 116 a 92. Os chineses atuaram sem os dois melhores jogadores do país, Yao Ming e Yi Jianlian, que também se dedicam à pré-temporada de seus times na NBA. Hedo Turkoglu, com 17 pontos, e Dwight Howard, com 12, também foram destaques do amistoso em Macau. Segundo o técnico do Magic, Jeff van Gundy, a China foi "muito competitiva", especialmente nos primeiros minutos e no segundo tempo. s chineses surpreenderam no início, fechando o primeiro quarto com uma parcial de 24/18. Mas o Magic se impôs e fez 40/21 antes do intervalo. Obviamente, com Yao e Yi, o jogo teria mudado muito", observou o treinador do Magic. Wang Zhizhi, ex-jogador da NBA, somou 16 pontos e sete rebotes. Orlando Magic e Cleveland Cavaliers jogam esta semana vários amistosos de pré-temporada na China, a fim de promover a Liga de Basquete Norte-americana no promissor mercado chinês.

Tudo o que sabemos sobre:
NBAOrlando Magicseleção chinesa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.