Clippers bate Suns e empata série da Conferência Oeste

O bom entrosamento da dupla formada pelo ala Elton Brand e o armador Sam Cassell voltou a ser a fundamental para um bom desempenho do Los Angeles Clippers, que venceu neste domingo o Phoenix Suns por 114 a 107 e empatou a série semifinal entre ambos (2 a 2) válida pela Conferência Oeste da NBA. Clippers e Suns disputarão a próxima partida da série novamente no Staples Center de Phoenix, nesta terça-feira. A equipe de Los Angeles voltou a contar neste domingo com a eficiência de Brand, que dominou as ações sob os aros e anotou 30 pontos, incluindo 12 no terceiro quarto, e Cassell, responsável por 28 pontos, 11 rebotes e nove assistências no duelo. "Conseguimos ficar sempre à frente no marcador, e aí esteve a chave da vitória, embora no quarto período nossa defesa não estivesse tão bem", comentou Mike Dunleavy, técnico do Clippers. "O objetivo era empatar a série e voltamos à igualdade do início". A equipe de Los Angeles registrou 48,8% de aproveitamento nos arremessos de quadra, com 31,3% nos lances de três pontos (cinco convertidos em 16 tentativas) e de 86,2% nos lances livres. O ala-armador Raja Bell, com 33 pontos, sete rebotes e quatro assistências foi o destaque do Suns, mas o resto da equipe não teve o mesmo rendimento, fracassando em seguidos arremessos de três. O reserva brasileiro Leandrinho, por exemplo, anotou 15 pontos. O pivô francês Boris Diaw ajudou a equipe de Phoenix com 21 pontos, sete rebotes e oito assistências, e Shawn Marion foi responsável por outros 14 pontos e 10 rebotes. O Suns registrou apenas 27,8% de aproveitamento nos lances de três (converteu dez em 36 tentativas) e 45,5% nos arremessos gerais de quadra, com 77,3% nos lances livres. "Não estivemos bem na linha dos três pontos, e isso fez com que ficássemos sempre atrás no marcador, sem opções de virada", comentou Mike D´Antoni, técnico do Suns.

Agencia Estado,

15 Maio 2006 | 02h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.