Reprodução / Instagram
Reprodução / Instagram

Clubes aprovam playoffs em mini-sedes e a adaptação de fases decisivas do NBB

Oitavas e quartas da competição também serão encurtadas para séries de três jogos, em vez de cinco

Redação, Estadão Conteúdo

02 de abril de 2021 | 18h13

Em reunião do Conselho de Administração da Liga Nacional de Basquete (LNB) realizada através de videoconferência, os clubes que disputam o NBB decidiram pela adaptação no modelo dos playoffs da temporada 2020/2021. Diferente do que estava previsto no regulamento da competição, a fase decisiva do campeonato será disputada no sistema de "mini-sedes".

Desde o início do campeonato, em novembro, o NBB tem sido realizado em etapas sediadas, em que cada equipe disputa uma sequência de partidas no mesmo local. Essa decisão permitiu uma alta diminuição no deslocamento dos times durante a temporada e um maior controle em relação ao protocolo de saúde criado pela equipe multidisciplinar da LNB antes do começo da competição.

Após 194 partidas realizadas em 121 dias na fase de classificação, os atletas, staff das equipes e árbitros já realizaram mais de 8.300 testes de covid-19, com 96 casos positivos: 65 atletas, 21 membros de comissão técnica e 10 árbitros.

Além da decisão sobre as mini-sedes, os clubes optaram também pelo encurtamento das fases de oitavas e quartas de final para séries em "melhor-de-três" jogos. As semifinais e as finais foram mantidas em confrontos de até cinco partidas.

As oitavas e as quartas de final serão sediadas, preferencialmente, nas cidades do primeiro e segundo colocados da fase de classificação. Caso a cidade-sede apresente qualquer restrição ou dificuldade para organizar as partidas nas datas previstas pela LNB, a preferência para sediar os jogos passa para a próxima equipe na ordem de classificação.

Portanto, o líder do NBB, Flamengo, poderá sediar os confrontos das oitavas (5.º x 12.º e 8.º x 9.º) e, ainda, receberá o quarto colocado da competição, que também fará a sua disputa de quartas nesta sede. Já o segundo lugar, Minas Tênis Clube, poderá ser sede dos outros dois duelos de oitavas de final (6.º x 11.º e 7.º x 10.º), além do jogo de quartas de final do terceiro colocado da fase regular.

Após as oitavas e quartas, a equipe que possuir melhor colocação entre os quatro semifinalistas terá preferência para sediar as semifinais e as finais, que serão realizadas de forma consecutiva em sede única, respeitando também as restrições locais em relação à pandemia. Os locais e as datas dos playoffs serão anunciados pela LNB nas próximas semanas.

Para os playoffs, também ficou definido o retorno do Instant Replay em todos os jogos. Como a fase decisiva do campeonato terá transmissão ao vivo de 100% das partidas, os clubes aprovaram a inclusão do recurso da arbitragem de vídeo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.