Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

COC sofre com desfalques no Paulista

Lula Ferreira, técnico do COC/Ribeirão Preto, passou os últimos dias "quebrando a cabeça" para a partida desta quinta-feira, diante da Petrocrystal/Franca, pelo Campeonato Paulista Masculino de Basquete. O clássico, marcado para as 20 horas, será em Franca. E o técnico do COC conta com menos da metade do elenco para o jogo."Tenho 16 jogadores no elenco. Apenas sete são da categoria adulta. Tenho dois contundidos - restam 14. Desses, cinco estão na seleção paulista juvenil, sobrando nove. Desses nove, o Renato e o Murilo estão fora da partida. Ou seja: tenho sete jogadores para enfrentar Franca", enumera Lula.Sem Murilo, que torceu o pé direito na segunda-feira, e Renato, com problemas renais, o treinador de Ribeirão Preto perdeu seus dois principais atletas. "Estamos tentando a liberação de pelo menos três juvenis que estão treinando com a seleção paulista para o Campeonato Brasileiro de Seleções. Vamos ver o que a Federação vai dizer. Eu só queria contar com eles um dia. Eles vão lá, jogam e voltam para a seleção", pede o treinador.Para manter o ritmo na competição, o COC vem treinando com atletas das categorias de base. "A gente coloca a molecada do infanto, do cadete para dar o número de jogadores nos treinos. Se não conseguirmos a liberação dos juvenis, é capaz de colocarmos os cadetes para jogar. Pode ser uma grande oportunidade para eles", assinala Lula.Apesar da ausência de tantos atletas, o técnico não se incomoda em trabalhar com atletas sem experiência. "O trabalho no COC sempre foi com a molecada. No time, o mais velho é o Renato, que tem 26 anos. No lugar dele vai entrar o Douglinhas, que tem 18. Ele é novo, mas vai conseguir descascar esse abacaxi."Sobre o adversário, o técnico comenta: "Franca vem de alguns resultados negativos no começo da competição, mas ganhou o último jogo contra o Paulistano, fora de casa. Em um clássico como o de amanhã, sempre sai faísca, mesmo que seja a molecada jogando."A rodada ainda terá a Uniara/Araraquara recebendo a UMC/Corinthians/Mogi, às 20h30, com ESPN Brasil. Técnico do Corinthians, Edvar Simões diz esperar uma partida equilibrada. "A equipe de Araraquara é forte, mantém a mesma base há algum tempo e o diálogo entre técnico e atletas é mais fácil. Isso é fundamental."

Agencia Estado,

06 de outubro de 2004 | 18h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.