Divulgação
Divulgação

São José dos Campos anuncia fim do time feminino de basquete

Três jogadoras da equipe disputaram a Copa América pela seleção

Demétrio Vecchioli, Estadão Conteúdo

14 de setembro de 2015 | 17h25

Terceira colocada das últimas duas edições da Liga de Basquete Feminino (LBF), a equipe profissional de São José dos Campos não existe mais. A prefeitura da cidade do Vale do Paraíba confirmou que não irá arcar com os custos da participação do clube na competição e, por isso, o elenco foi desfeito.

"O novo time é formado por jovens pratas da casa, que eram integrantes das categorias de base, e jogadoras com experiência em outros clubes. A continuidade das atividades do time está condicionada a uma nova realidade financeira, na qual as modalidades de alto rendimento devem aumentar a independência econômica em relação ao poder público", explicou a prefeitura, em nota.

Três jogadoras do São José disputaram a Copa América de Basquete pela seleção feminina: a ala Isabela Ramona, a pivô Karina Jacob e a ala Patty. Das três, só Karina já foi anunciada por outro clube, o Americana, também do interior paulista.

No ano passado, a LBF teve a participação de 10 equipes, sendo que apenas quatro delas tiveram mais vitórias que derrotas. O Americana, bicampeão, conseguiu se manter forte após fechar acordo com o Corinthians e vai defender as cores alvinegras nesta temporada. O vice-campeão América/Unissau, de Recife (PR) e o Maranhão Basquete, também seguem vivos. O Sampaio Corrêa, também de São Luis (MA) criou uma equipe competitiva.

Mas o Sport, campeão de 2013 e vice em 2014, também já teria desistido de participar da LBF, uma vez que não teria como arcar com os custos do torneio, que incluem hospedagem, alimentação, arbitragem e passagens aéreas. O Ourinhos, vice em 2011/2012 e 2012/2013, fechou sua equipe na temporada passada.

A crise no basquete feminino é tanta que o Campeonato Paulista ainda não foi realizado em 2015. Apenas quatro clubes estariam dispostos a jogar: Americana, Presidente Venceslau, Santo André e São Bernardo. Essa última equipe lidera a segunda divisão, que tem sete equipes, essencialmente amadoras.

Tudo o que sabemos sobre:
BasqueteLiga de Basquete Feminino

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.