John Raoux/AP
John Raoux/AP

Com brilho de Butler, Heat supera Lakers e força sexto jogo da final da NBA

Ala comanda vitória por 111 a 108 com 35 pontos, 12 rebotes e 11 assistências

Leandro Silveira, O Estado de S.Paulo

10 de outubro de 2020 | 00h58

O Miami Heat adiou a definição do campeão da NBA na temporada 2019/2020. Com uma atuação espetacular de Jimmy Butler em uma partida eletrizante, derrotou o Los Angeles Lakers por 111 a 108, diminuindo a sua desvantagem na decisão da liga para 3 a 2. Agora, a série terá um sexto jogo, domingo, às 20h30 (horário de Brasília).

Os Lakers ganharam o primeiro (116 a 98) e o segundo confrontos (124 a 114), com o Heat reagindo no terceiro (115 a 104). Já no quarto, a equipe de Los Angeles triunfou por 102 a 96. Agora, então, o Miami ganhou pela segunda vez. E precisará fazê-lo em mais duas oportunidades para faturar o título da NBA - caso triunfe domingo, o sétimo jogo será na próxima terça. 

Se conseguir esse feito, certamente será pelo talento de Butler, que fechou a noite desta sexta-feira na "bolha" da NBA no complexo da Disney na Flórida com um "triple-double" de 35 pontos, 12 rebotes e 11 assistências. Já Duncan Robinson contribuiu com 26 pontos pelo Miami.

Ainda que tenha sido derrotado, o cestinha da noite foi LeBron James, com 40 pontos, responsável, ao lado de Butler, por um show no Jogo 5 da final da NBA. E o astro ainda somou 13 rebotes e sete assistências. Anthony Davis, mesmo tendo se lesionado no primeiro quarto, foi outro destaque, com 28 pontos e 12 rebotes.

O início da partida foi de predomínio das defesas e pouca vantagem dos Lakers no garrafão, algo que fez a equipe abrir vantagem de cinco pontos. Só que o Heat reagiu no final do quarto. Teve uma sequência de oito pontos no fim do quarto e ainda viu Anthony Davis reclamar de muitas dores no tornozelo direito, deixando a quadra. Assim, o time de Miami fechou o período em vantagem de 25 a 24.

Essa diferença chegou a ser de 11 pontos no segundo quarto, quando os Lakers não tinham Davis em quadra. Foi quando LeBron passou a brilhar em quadra para manter o seu time vivo no jogo. Ele fechou o primeiro tempo com 21 pontos, sendo 15 apenas no segundo período. E Davis também voltou à quadra. Só que o Miami tinha Butler em noite espetacular, tendo ido ao intervalo com 22 pontos, 6 rebotes e 6 assistências.  

O terceiro quarto foi mais equilibrado do que os anteriores, também com as equipes sendo mais constantes. Butler e LeBron seguiram liderando seus times, mas os Lakers pareciam ligeiramente superiores no garrafão, o que impedia o Het de deslanchar. Mas o time da Flórida teve um desempenho melhor na defesa no fim do quarto, o que acabou sendo determinante para iniciar o quarto final vencendo por 88 a 82, especialmente pela precisão de Robinson nos arremessos de três.

O quarto período também foi muito disputado. O Miami parecia que deslancharia quando fez 93 a 82. Mas os Lakers não deixavam o adversário descansar, seja pela força de Davis na defesa ou pela liderança ofensiva de LeBron. E a 6min20 do fim do quarto período, uma cesta de três de Kentavious Caldwell-Pope colocou o time em vantagem de 97 a 96, na sua primeira liderança no placar desde o primeiro quarto.

A partir disso, as equipes passaram a errar mais do que o usual. Duncan Robinson converteu um arremesso de três incrível para colocar o Heat à frente por 101 a 99. E aí o duelo entre Butler e LeBron se intensificou, com os astros trocando cestas. A 21s8 foi uma cesta de Davis que colocou os Lakers à frente por 108 a 107. A 16s8, dois lances livres convertidos por Butler fizeram o Heat passar novamente à frente.

Os Lakers tiveram a chance de vencer em um arremesso de três de Danny Green. Mas mesmo livre, ele falhou. Tyler Herro ainda converteu tiros livres para garantir o triunfo do Heat por 111 a 108, assegurando a disputa ao menos de um sexto jogo na decisão da NBA. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.