Cary Edmondson/USA Today Sports
Cary Edmondson/USA Today Sports

Curry volta a decidir e Warriors ganha a 11ª seguida na NBA

Astro é cestinha em vitória por 107 a 99 sobre o Brooklyn Nets

Estadão Conteúdo

15 de novembro de 2015 | 12h01

Ninguém segura o campeão Golden State Warriors neste início de temporada regular da NBA. Com mais uma atuação decisiva de Stephen Curry, MVP (jogador mais valioso) da edição passada da competição, o time venceu o Brooklyn Nets por 107 a 99, em casa, na rodada deste sábado à noite da liga de basquete dos Estados Unidos.

Essa foi a 11ª vitória em 11 jogos da equipe de Oakland, que assim segue disparada na liderança da Conferência Oeste, bem distante do vice-líder San Antonio Spurs, que passou a acumular sete triunfos em nove partidas ao superar o Philadelphia 76ers por 92 a 83, também em casa na rodada deste sábado.

Mas, apesar de seguir invicto, o Warriors precisou jogar uma prorrogação para confirmar favoritismo diante do Nets, penúltimo colocado da Conferência Leste. E foi justamente no tempo extra que o time da casa atropelou, marcando dez pontos e sofrendo apenas um.

Autor de uma das cestas desta prorrogação, Curry fechou a partida como cestinha, com 34 pontos, além de ter ajudado a sua equipe com três rebotes e seis assistências. Outro grande destaque do Warriors foi Draymond Green, que conseguiu um "triple-double" de 16 pontos, 12 assistências e dez rebotes.

O Nets, porém, teve uma melhor atuação coletiva, com Jarrett Jack e Thaddeus Young contabilizando 28 e 26 pontos, respectivamente, além de contar com um maior número de jogadores se destacando do que o time da casa, fato que pesou para que a disputa fosse para a prorrogação. No tempo extra, porém, a equipe visitante não suportou a pressão e amargou a sua nona derrota em dez jogos disputados na temporada regular.

Já na vitória do Spurs, vice-líder da Conferência Oeste, destaque para LaMarcus Aldridge, autor de um "double-double" de 17 pontos e 19 rebotes, enquanto Tim Duncan e Tony Parker colaboraram respectivamente com 15 e 16 pontos. O cestinha da partida, porém, foi Jahlil Okafor pelo 76ers, lanterna geral da NBA, que amargou a sua décima derrota em dez jogos nesta temporada.

LÍDER DO LESTE CAI

Já o Cleveland Cavaliers, líder da Conferência Leste, acabou sendo superado pelo Milwaukee Bucks, por 108 a 105, fora de casa, em outro jogo da rodada deste sábado. Nem mais uma grande atuação do astro LeBron James, que acumulou 37 pontos e 12 rebotes, foi suficiente para segurar o décimo colocado do leste.

Kevin Love também se destacou pelo Cavaliers com um "double-double" de 24 pontos e 14 rebotes, mas o Bucks teve uma melhor atuação coletiva, com sete dos seus dez jogadores que entraram em quadra marcando no mínimo 11 pontos.

VINGANÇA

Eliminado pelo Houston Rockets nos playoffs da edição passada da NBA, o Dallas Mavericks se vingou do rival na rodada deste sábado ao vencer por 110 a 98, em casa, e se garantir no quarto lugar da Conferência Oeste, agora com seis triunfos em dez partidas, enquanto o Rockets é o 12º da mesma conferência.

Raymond Felton, com 23 pontos, foi o principal destaque do time do Texas, enquanto o cestinha do confronto foi James Harden, da equipe visitante, que acumulou 25 pontos e ainda fez 10 assistências.

Confira os resultados da rodada deste sábado da NBA:

Los Angeles Clippers 101 x 96 Detroit Pistons

Washington Wizards 108 x 99 Orlando Magic

Houston Rockets 98 x 110 Dallas Mavericks

Milwaukee Bucks 108 x 105 Cleveland Cavaliers

San Antonio Spurs 92 x 83 Philadelphia 76ers

Phoenix Suns 105 x 81 Denver Nuggets

Golden State Warriors 107 x 99 Brooklyn Nets

Confira os jogos deste domingo:

New York Knicks x New Orleans Pelicans

Minnesota Timberwolves x Memphis Grizzlies

Charlotte Hornets x Portland Trail Blazers

Atlanta Hawks x Utah Jazz

Oklahoma City Thunder x Boston Celtics

Sacramento Kings x Toronto Raptors

Los Angeles Lakers x Detroit Pistons

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.