AP/Sue Ogrocki
AP/Sue Ogrocki

Com nova grande atuação de Westbrook, Thunder bate o líder Cavaliers na NBA

Amador termina partida com 29 pontos, 12 rebotes e 11 assistências em seu 26º triple-double da temporada

Estadao Conteudo

10 Fevereiro 2017 | 10h22

Impulsionado por mais uma grande atuação de Russell Westbrook, que contabilizou o seu 26º "triple-double" nesta temporada da NBA, o Oklahoma City Thunder venceu o Cleveland Cavaliers por 118 a 109, em casa, em um dos jogos da rodada da noite desta quinta-feira da liga de basquete dos Estados Unidos.

Cestinha do confronto, o astro marcou 29 pontos, pegou 12 rebotes e ainda deu 11 assistências para liderar a sua equipe rumo à 31ª vitória em 54 partidas nesta temporada, retrospecto que garantiu o time na sétima posição da Conferência Oeste, firme na zona de classificação para os playoffs da competição.

A excelente atuação de Westbrook também teve importância histórica, pois ele se tornou apenas o terceiro jogador em todos os tempos a ter alcançado por ao menos 26 vezes dois dígitos em três fundamentos em uma única temporada. Os outros foram Oscar Robertson, que alcançou o mesmo feito por dois anos seguidos em 1960 e 1961, e o outro foi o lendário Wilt Chamberlain, que acumulou 31 "triple-doubles" na temporada 1967/1968.

Já o Cavaliers, que contou com LeBron James exibindo um desempenho abaixo da média para os seus padrões, sofreu a sua 16ª derrota em 52 jogos, mas se manteve na liderança da Conferência Leste.

Convertendo apenas oito de 19 arremessos de quadra e apenas um de três chutes da linha dos três pontos, LeBron terminou a partida com somente 18 pontos, assim como ficou bem distante de emplacar um "double-double", pois deu sete assistências e apanhou cinco rebotes. Para completar, o astro ainda levou um toco surpreendente de Andre Roberson, que veio de trás para impedir um arremesso do adversário da boca do garrafão no final do primeiro quarto do duelo.

Assim, o astro também foi ofuscado por Kyrie Irving, cestinha do time de Cleveland, com 28 pontos, e de certa forma por Kevin Love, mais eficiente do que LeBron ao ser autor de um "double-double" de 15 pontos e 12 rebotes.

O resultado em Oklahoma freou o embalo dos atuais campeões da NBA, que vinham de quatro vitórias consecutivas. O Thunder também triunfou por sua melhor atuação coletiva, que ainda contou com 23 pontos de Victor Oladipo e o pivô neozelandês Steve Adams se destacando com 20 pontos e 13 rebotes.

CELTICS NA COLA

A derrota do líder acabou sendo boa para o Boston Celtics, que em outro duelo da rodada desta quinta-feira bateu o Portland Trail Blazers por 120 a 111, fora de casa, e se aproximou um pouco mais na vice-liderança do Leste ao passar a contabilizar 34 vitórias em 53 jogos.

E o grande nome do triunfo foi o "baixinho" Isaiah Thomas, de apenas 1,75m, que se garantiu como cestinha da partida ao marcar 34 pontos, sendo que ainda ajudou a sua equipe com quatro assistências e um rebote.

Ele foi disparado o principal destaque da equipe de Massachusetts, enquanto pelo lado do Blazers Damian Lillard assegurou a condição de maior pontuador, com 28 ao total. O suplente Al-Farouq Aminu também foi muito bem pelos anfitriões ao sair do banco e fazer 26 pontos, mas o bom desempenho da dupla não foi suficiente para evitar a 31ª derrota em 54 jogos disputados pelo time de Oregon, nono colocado do Leste, logo abaixo da zona de classificação para os playoffs.

HARDEN BRILHA DE NOVO

Outro astro da NBA decisivo em uma partida da rodada desta quinta-feira foi James Harden, autor de um "double-double" de 30 pontos e 11 rebotes para o Houston Rockets na vitória por 107 a 95 sobre o Charlotte Hornets, fora de casa.

Cestinha da partida, Harden ainda contabilizou oito assistências para conduzir o seu time ao 39º triunfo em 56 jogos, retrospecto que consolida o Rockets ainda mais como terceiro colocado do Oeste. O Utah Jazz, que está em quarto nesta mesma conferência, tem cinco vitórias a menos e viu a sua distância para o time de Houston ficar um pouco maior ao cair por 112 a 105 diante do Dallas Mavericks, no Texas, em outra partida da rodada desta quinta-feira.

O pivô brasileiro Nenê acabou não sendo utilizado na equipe do Rockets neste duelo com o Hornets, que após ser superado como mandante seguiu fora da zona de classificação para os playoffs, em nono lugar do Leste, agora com 29 derrotas em 53 partidas.

Já o Jazz foi superado pelo Mavericks mesmo contando com 36 pontos do cestinha do duelo, Gordon Hayward, que ainda viu a sua equipe cair em uma partida que foi definida apenas na prorrogação. E o tempo extra só aconteceu por causa de uma grande cesta do astro Dirk Nowitzki a apenas dois segundos para o final do último quarto da partida.

O alemão, por sinal, foi o segundo maior pontuador da equipe texana, com 20 pontos, enquanto Harrison Barnes foi o cestinha do time, com 31, e consequentemente também teve atuação decisiva para levar o Mavericks ao 21º triunfo em 53 jogos. O retrospecto deixa a franquia na 11ª posição do Leste. Nesta mesma partida, o brasileiro Raulzinho acabou não sendo aproveitado pelo Jazz.

Confira os resultados da rodada desta quinta-feira:

Charlotte Hornets 95 x 107 Houston Rockets

Orlando Magic 111 x 112 Philadelphia 76ers

Oklahoma City Thunder 118 x 109 Cleveland Cavaliers

Dallas Mavericks 112 x 105 Utah Jazz

Portland Trail Blazers 111 x 120 Boston Celtics

Confira os jogos desta sexta-feira:

Brooklyn Nets x Miami Heat

New York Knicks x Denver Nuggets

Detroit Pistons x San Antonio Spurs

Milwaukee Bucks x Los Angeles Lakers

Memphis Grizzlies x Golden State Warriors

Minnesota Timberwolves x New Orleans Pelicans

Washington Wizards x Indiana Pacers

Sacramento Kings x Atlanta Hawks

Phoenix Suns x Chicago Bulls

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.