Larry W. Smith/EFE
Larry W. Smith/EFE

Com show de Harden, Rockets continuam vivos na final do Oeste

Time de Houston faz 128 a 115 e diminui desvantagem para 3 a 1

Estadão Conteúdo

26 de maio de 2015 | 09h25

Impulsionado por um show de James Harden, autor de 45 pontos, o Houston Rockets venceu o Golden State Warriors por 128 a 115, na noite desta segunda-feira, em casa, e evitou que o rival conquistasse o título da Conferência Oeste da NBA com uma "varrida" nesta final entre os dois times.

Com o resultado, a equipe de Houston reduziu para 3 a 1 a vantagem da franquia de Oakland na série melhor de sete partidas da decisão e forçou o jogo 5 da final, marcado para acontecer nesta quarta-feira, às 22 horas (de Brasília), desta vez com mando de quadra do Warriors.

A missão do Rockets, por sinal, segue muito dura, pois precisa ganhar os três próximos possíveis confrontos com o adversário para ficar com o título do Oeste e assim se credenciar para enfrentar, na grande final desta temporada da NBA, o ganhador da decisão do Leste entre Cleveland Cavaliers e Atlanta Hawks.

Com os 45 pontos que marcou nesta segunda-feira, Harden foi disparado o maior cestinha desta partida, enquanto Klay Thompson e Stephen Curry, respectivamente com 24 e 23 pela equipe visitante, ficaram bem atrás como segundo maiores pontuadores do duelo. Além de dar show no ataque, Harden ainda ajudou a sua equipe com nove rebotes e cinco assistências, desequilibrando para o time da casa.

MVP da temporada, Curry foi atrapalhado pelo fato de que sofreu uma forte queda já no primeiro quarto, batendo com a nuca no chão. Por causa do problema, ele precisou sair de quadra e só voltou novamente no terceiro período. Até por isso, o fato de ter conseguido fazer 23 pontos foi expressivo.

RECORDE

Na partida desta segunda, o Rockets foi arrasador no primeiro quarto ao marcar 45 pontos, igualando recorde de pontuação em um período inicial de um jogo de playoff da NBA. Essa marca antes só havia sido alcançada pelo Los Angeles Lakers em 1985 e pelo Dallas Mavericks em 1986.

Com este atropelamento, o time fechou a parte inicial do jogo ganhando por 45 a 22. Após o susto e sem poder contar com Curry, o Warriors reagiu e liderou o segundo período por 37 a 24, mas o time de Houston retomou seu domínio no terceiro quarto e depois teve tranquilidade para administrar a sua vantagem e fechar o duelo vencendo por 13 pontos de diferença.

Já o brasileiro Leandrinho ajudou o Warriors com 12 pontos, dois rebotes e duas assistências nesta partida, e assim foi apenas um bom coadjuvante da equipe visitante nesta noite de segunda-feira.

Os playoffs da NBA seguem nesta terça com a disputa do quarto jogo da final da Conferência Leste, em Cleveland, onde o Cavaliers poderá "varrer" o Hawks com uma vitória que fecharia em 4 a 0 a série melhor de sete partidas na decisão. O confronto está marcado para começar às 21 horas (de Brasília).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.