Com Splitter, Brasil tem início arrasador e vence Canadá

Brasil só se complicou quando jogou com o time reserva

AE, Agência Estado

24 de agosto de 2011 | 20h55

FOZ DO IGUAÇU - A Seleção Brasileira de basquete mostrou nesta quarta-feira quão dependente é de seus titulares. Mesmo assim, venceu com facilidade o Canadá, por 88 a 70, em Foz do Iguaçu, na abertura da Copa Tuto Marchand. O quadrangular também reúne Porto Rico e República Dominicana, as outras três equipes que devem disputar a segunda das vagas em jogo no Pré-Olímpico de Mar del Plata (a Argentina é favoritíssima ao título).

Com Marcelinho Huertas, Alex, Marquinhos, Guilherme Giovannoni e Tiago Splitter como titulares, o Brasil começou arrasador. Fechou o primeiro quarto com incríveis 24 a 2. Tudo funcionava: rebote, arremessos, contra-ataque e, principalmente, a marcação, impedindo a linha de passe canadense.

A vantagem continuou ampla até que o Canadá acertasse o primeiro arremesso de três pontos, a 2min45s do final do primeiro tempo, chegando a 12 pontos no jogo. Ao final do primeiro tempo, o Brasil vencia por 45 a 18.

No segundo tempo, o técnico Rubén Magnano abusou do rodízio e deu chance a todos os reservas. Até Nezinho e Caio Torres participaram de um considerável tempo durante o amistoso, o que não deve ocorrer em jogos oficiais. Com isso, o Canadá começou a pontuar regularmente, ganhar moral e passar a comandar a partida, melhorando em muito o aproveitamento de arremessos de quadra. Por fim, o time canadense reduziu de 26 para 18 a vantagem brasileira, mas deixou a quadra derrotado.

O Canadá será o segundo adversário do Brasil no Pré-Olímpico. Os dois times estão no Grupo A, ao lado de República Dominicana, Cuba e Venezuela, time contra o qual a seleção de Rubén Magnano estreia no dia 30 de agosto. Na sequência do Tuto Marchand, o Brasil pega os dominicanos, nesta quinta, às 21h15, em Foz do Iguaçu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.