Com time B, Brasil cai no Sul-Americano de Basquete

A decisão de levar o time B ao Campeonato Sul-Americano Masculino de Basquete custou ao Brasil a eliminação no torneio continental ainda na semifinal. Nesta quinta-feira, a equipe comandada pelo jovem Gustavo De Conti foi derrotada pelos titulares da Venezuela, por 86 a 70, em Chaco, na Argentina. Agora resta apenas a decisão do terceiro lugar.

AE, Agência Estado

21 de junho de 2012 | 21h27

Apesar da eliminação, a derrota pode ter causado uma dor de cabeça ao técnico Rubén Magnano. Isso porque mais uma vez o destaque da seleção brasileira foi o ala-armador Vitor Benite, de 22 anos, que marcou 20 pontos, acertando quatro arremessos de três pontos. O atleta, que vai jogar no Flamengo na próxima temporada, luta por uma vaga no grupo olímpico e pode desbancar o armador Raulzinho, de 19 anos. Em quatro jogos no Sul-Americano, marcou 68 pontos, média de 17 por partida, com 100% de aproveitamento em tiros livres

Outro a se destacar foi o pivô Augusto Lima, com 14 pontos e nove rebotes. Com um total de 30 recuperações, ele é o principal reboteiro do Sul-Americano e vira candidato a uma vaga no grupo olímpico, tendo Caio Torres como rival.

Veterano do time B, o armador Nezinho, de 31 anos (apenas um ano mais novo que o técnico Gustavo De Conti), foi outro destaque do Brasil na competição. Nesta quinta, anotou sete pontos e deu seis assistências.

Pela Venezuela, que está em Chaco com seu time principal, se preparando para o Pré-Olímpico Mundial, Sucre e Cubillan anotaram 21 pontos cada sobre o Brasil. Na sexta, os venezuelanos jogam pelo título contra quem passar na outra semifinal, entre Argentina (com time B) e Uruguai. O perdedor pega o Brasil na decisão do terceiro lugar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.