Divulgação/CBB
Divulgação/CBB

Contra o Chile, Brasil quer manter 100% nas Eliminatórias do Mundial de basquete

Reforçado por Vitor Benite, que volta de lesão nas costas, time de Petrovic tenta melhorar defesa por nova vitória

Estadão Conteúdo

25 de fevereiro de 2018 | 09h06

Repetir o desempenho do segundo tempo da vitória diante da Colômbia é o objetivo da seleção brasileira masculina neste domingo, às 20 horas, contra o Chile, na Arena Goiânia, em Goiânia, pela quarta rodada das Eliminatórias para o Mundial da China, em 2019. Após sofrer na primeira metade do jogo da última quinta-feira, o Brasil melhorou defensivamente e venceu com facilidade por 84 a 49.

+ Liderado por Durant, Warriors atropela o Thunder em casa na NBA

+ Premiado pelo COB, Vitor Benite celebra reconhecimento do trabalho

"A defesa não fez um bom papel em um primeiro momento. Temos de apagar o primeiro tempo e manter o que foi feito no segundo", disse o ala-armador Leandrinho, cestinha do time brasileiro contra os colombianos com 18 pontos.

"A gente precisa trabalhar mais a intensidade. Temos que trabalhar o cinco contra cinco que não foi bom (contra a Colômbia). A gente tá trabalhando, se conhecendo e está fazendo o que o (técnico croata Aleksander) Petrovic quer. A cada jogo a gente vai melhorar nisso", afirmou Ricardo Fischer.

O experiente pivô Anderson Varejão comentou o reencontro com Leandrinho na seleção. "Já nos conhecemos muito, ele joga muito rápido e gosta de jogar em velocidade, nos contra-ataques, ele sempre corre quando pegamos o rebote. Joga sempre no 'back door', fizemos muito isso quando jogamos no Golden State juntos e na seleção. Temos que manter o foco, começar o jogo mais concentrados e controlar o Chile para conseguirmos mais uma vitória nas Eliminatórias", concluiu.

A próxima janela das Eliminatórias será entre 29 de junho e 2 de julho, quando o Brasil enfrenta a Venezuela e novamente a Colômbia, desta vez como visitante nas duas partidas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.