Coreia vence e coloca pressão no Brasil no Mundial

A Coreia do Sul derrotou o Japão por 65 a 64, nesta quarta-feira, em Brno, na abertura da última rodada da segunda fase do Mundial Feminino de Basquete. Com isso, o Brasil precisa da vitória sobre a anfitriã República Checa, a partir das 13 horas (horário de Brasília), para se classificar para as quartas de final.

AE, Agência Estado

29 de setembro de 2010 | 12h23

O Brasil torcia por uma vitória do Japão sobre a Coreia do Sul, por pequena margem de pontos, para poder entrar em quadra menos pressionado diante da República Checa. Afinal, se isso acontecesse, a seleção brasileira garantiria a vaga até mesmo com derrota para as checas, desde que fosse por uma vantagem mínima.

Agora, se o Brasil ganhar seu jogo nesta quarta-feira, ficaria empatado com Coreia do Sul e República Checa na classificação do Grupo F - Espanha e Rússia já garantiram as duas primeiras vagas da chave. Mas as brasileiras levam vantagem sobre as sul-coreanas no saldo de pontos, o que lhe daria, no mínimo, o quarto lugar.

Em caso de derrota nesta quarta-feira, também em Brno, o Brasil estará eliminado do Mundial. Assim, as duas últimas vagas do Grupo F nas quartas de final seriam da República Checa e da Coreia do Sul. Por isso mesmo, as jogadoras brasileiras irão entrar em quadra ainda mais pressionadas para enfrentar as donas da casa.

Tudo o que sabemos sobre:
basqueteMundialBrasilCoreia do Sul

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.