Jerome Miron/USA Today Sports
Jerome Miron/USA Today Sports

Curry exalta desempenho e valoriza especulação para MVP da NBA: 'O jogo fala por si só'

Astro do Golden State Warriors retorna de lesão e faz uma das melhores temporadas de sua carreira

Redação, O Estado de S.Paulo

13 de fevereiro de 2021 | 16h10

Stephen Curry está brilhando na NBA. Após perder toda uma temporada devido lesão, o armador do Golden State Warriors voltou ao basquete com números impressionantes. Seus desempenhos têm sido tão impressionantes que, mesmo cedo, ele tem sido especulado para o prêmio de MVP, o Jogador Mais Valioso da liga, premiação que já venceu duas vezes e de forma unânime.

Curry, de 32 anos, está na metade de uma das melhores temporadas de sua carreira. Suas médias são de impressionantes 35,3 pontos por partida jogada. Além disso, tem um total de impressionantes 53 arremessos de longa distância convertidos nas 101 tentativas nos seus últimos oito compromissos.

Seu mais recente espetáculo foi contra o Orlando Magic, na última quinta-feira, em que marcou 40 pontos, ajudando os Warriors a vencerem o time da Flórida por 111 a 105. Após a partida, Curry falou demonstrou confiança ao falar sobre seu desempenho e se merece estar nas conversas do mais importante prêmio individual da NBA.

"O jogo fala por si só", disse Curry. "Estes dois anos (em que foi MVP unânime) foram exatamente este mesmo tipo de conversa que estamos tendo agora. Obviamente, é uma conquista incrível, e estar nessa especulação apesar de tudo que temos passado nos últimos dois anos, significa algo."

"Meu trabalho é obviamente apenas estar no nível que eu espero, e geralmente isso significa estar no topo quando a temporada terminar", completou o astro de Golden State. Depois de anotar 10 bolas de três pontos contra o Magic, Curry chegou à marca de, pelo menos, 10 bolas de três pontos em 17 jogos, estendeu assim o recorde da NBA. Seu companheiro de equipe, Klay Thompson, que está fora de combate, é o segundo lugar da seleta lista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.