NATHANIEL S. BUTLER / NBAE / GETTY IMAGES / GETTY IMAGES VIA AFP
NATHANIEL S. BUTLER / NBAE / GETTY IMAGES / GETTY IMAGES VIA AFP

Stephen Curry, eleito MVP das finais da NBA, festeja prêmio: 'Essa conquista ainda não tinha'

Astro foi determinante para levar o Golden State Warriors ao sétimo título da liga americana de basquete, com 34 pontos e atuações de destaque individual e coletivamente

Redação, Estadão Conteúdo

17 de junho de 2022 | 09h28

Dois lances livres certeiros na TD Garden definiram a vitória do Golden State Warriors sobre o Boston Celtics, em Massachusetts, por 103 a 90, nesta quinta-feira à noite, e deram o quarto título da NBA a Stephen Curry - sétimo da franquia de San Francisco. O astro fechou o placar e igualou os 34 pontos de Jaylen Brown para ser o cestinha da partida. O cronômetro zerou e ele começou a chorar. O título veio com a inédita eleição de MVP da finais.

A premiação individual foi mais que merecida. Curry bateu sua média de pontos em finais da NBA (são seis disputas) com 187 anotados contra os Celtics na série, média de 31,16, a maior da carreira. E olha que na última apresentação ele errou as nove tentativas de três que fez. Nas outras três conquistas, fez 30,6 pontos. Tirando o jogo cinco, no qual marcou somente 16, foi o destaque nos duelos com 34 pontos duas vezes, 29, 31 e 43.

Depois de 3750 pontos na carreira, enfim o armador do Golden State Warriors pôde fechar uma conquista com a maior honraria dada a um finalista. "Tive muitas conquistas na carreira e essa não estava na lista", celebrou Curry, que fez o número 4 com as mãos indicando as conquistas da NBA e sem desgrudar do troféu de MVP.

Nada, porém, de querer se achar a principal peça da conquista. O experiente jogador de 34 anos exaltou a equipe. "Esqueça essa pergunta (sobre o MVP)", pediu. "Por que começar com essa pergunta?", questionou. "Esta conquista bate diferente, com certeza, sabendo o que os últimos três anos significaram, como tem sido desde as lesões até as trocas no elenco, Wiggs chegando, nossos jovens carregando a crença de que poderíamos voltar a esta fase e vencer, mesmo que não fizesse sentido para ninguém quando dissemos que poderíamos ser campeões. Todas essas coisas importam."

Apesar de mostrar a tradicional humildade, Curry foi ovacionados pelos companheiros, que não escondiam a satisfação de vê-lo reconhecido como o melhor, finalmente.

"Acho que ele já estabeleceu o que pode fazer. Tudo o que fazemos é arremessar de três e ganhar campeonatos. Te amo, irmão!", disse o amigo e parceiro nos arremessos de três, Klay Thompson. "Vê-lo ganhar foi demais, ele é um dos maiores de todos os tempos e todos nós seguimos sua liderança. Deus, isso foi incrível, que série!"

"Estou feliz por todos, mas emocionado por Steph", endossou o técnico dos Warriors, Steve Kerr. "Para mim, esta é a sua maior conquista em uma carreira incrível. A coisa toda de MVP das finais, estamos realmente felizes. Acho que sua carreira tem sido tão impecável e essa era uma coisa que ele merecia realmente receber." Iguodala completou: "Melhor armador de todos os tempos."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.