Dallas vence e elimina o Lakers nos playoffs da NBA

Os norte-americanos gostam de dizer que um time é varrido quando perde uma série de playoffs sem vencer uma partida sequer. Mas a expressão é insuficiente para descrever a vitória por 4 a 0 do Dallas Mavericks sobre o Los Angeles Lakers, em uma das semifinais da Conferência Oeste da NBA. Foi uma varrida com uma enorme vassoura de piaçava. Afinal, o último triunfo da equipe texana, que jogou em casa neste domingo, foi por placar estarrecedor: 122 a 86.

AE, Agência Estado

08 de maio de 2011 | 20h34

O Lakers, dono de 16 títulos - só fica atrás do Boston Celtics, que soma 17 - jamais havia sido varrido em sua história. O técnico do Lakers, Phil Jackson, que se aposentou após 21 anos de trabalho, não merecia encerrar a carreira dessa forma. O maior colecionador de títulos da NBA esperava repetir o sucesso que teve no Chicago Bulls, à frente do qual foi campeão por seis vezes. Chegou perto. Desde 2000 em Los Angeles, foi campeão cinco vezes.

Mas os texanos não queriam saber dessas estatísticas. O reserva Jason Terry igualou um recorde ao converter nove arremessos de três pontos em um jogo de playoff. O armador só desperdiçou um único arremesso e terminou a partida como cestinha, com 32 pontos. Dallas registrou outro recorde: o de arremessos de três convertidos em uma partida de playoff ao acertar 20.

Outros dois reservas brilharam, além de Terry: o porto-riquenho Jose Barea, autor de 22 pontos, e o sérvio Peja Stojakovic, que contribuiu com 21 pontos. Os três deixaram o banco para, juntos, fazerem 75 pontos.

Antes mesmo do intervalo o jogo já estava resolvido. Descontrolados com a surra, dois jogadores dos Lakers, Lamar Odom e Andrew Bynum, tiveram de deixar a quadra por terem cometido faltas intencionais no último quarto.

Mas o grande derrotado foi mesmo Kobe Bryant, que havia prometido que o Lakers seria a primeira equipe da história da liga a virar uma desvantagem de 3 a 0 em uma série de playoffs. O astro marcou 17 pontos, mas são fruto de um aproveitamento baixo, de apenas 38% nos tiros.

Na final do Oeste, o Dallas vai enfrentar o vencedor do duelo entre Oklahoma City Thunder e Memphis Grizzlies, que lidera por 2 a 1. O time de Marc Gasol e Zach Randolph assumiu a dianteira ao derrotar o adversário por 101 a 93, em casa, no último sábado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.