Ezra Shaw/AFP
Ezra Shaw/AFP

LeBron James projeta Cavaliers como melhor time da NBA em 2017-2018

Astro disse ter dado tudo de si pelo time, e por isso estava conformado

Estadão Conteúdo

13 de junho de 2017 | 13h46

Com 41 pontos, 13 rebotes e oito assistências, LeBron James foi um dos principais nomes do quinto jogo da final da NBA, realizada na noite da última segunda-feira, mas não conseguiu evitar que o Golden State Warriors vencesse o Cleveland Cavaliers por 129 a 120, em Oakland, onde o time da casa garantiu o título desta temporada da liga de basquete dos Estados Unidos ao fechar em 4 a 1 a série melhor de sete partidas da decisão entre os dois times.

Após o confronto desta segunda, LeBron demonstrou espírito esportivo ao abraçar alguns dos campeões da equipe da Califórnia, entre eles Kevin Durant, eleito o jogador mais valioso (MVP) das finais, apesar de conflitos acirrados dentro da quadra que esquentaram os ânimos entre os atletas dos dois times. Mais do que isso, o astro deixou a Oracle Arena com a sensação de que fez tudo o que podia para tentar conduzir o Cleveland ao sonhado bicampeonato.

"Não é agradável perder as finais em cinco jogos, mas eu dei tudo em cada um deles e por isso não tenho motivo para sair com a cabeça baixa", afirmou Lebron, que também exibiu otimismo ao projetar a temporada 2017/2018, no qual aposta que poderá recolocar o seu time no topo da NBA - no ano passado ele foi o grande nome das finais contra o mesmo Warriors, derrotado por 4 a 3 de forma surpreendente após liderar em 3 a 1 a série que deu o título à equipe de Ohio.

"É normal que agora estejamos um pouco frustrados, mas depois vamos refletir sobre o que aconteceu (neste último campeonato) e estou convencido de que encontraremos o caminho para sermos o melhor time da próxima temporada", projetou.

Lebron também exibiu certo conformismo com o vice-campeonato ao reconhecer que o Warriors não deixou dúvidas de que foi a melhor equipe desta última edição da NBA, na qual conquistou a melhor campanha da temporada regular e avançar de forma invicta em cada fase dos playoffs, perdendo apenas um jogo para o Cavaliers na série que valeu o título.

"Temos de reconhecer que o Warriors jogou um grande basquete durante toda a temporada e também nas finais, sem que nos dessem oportunidades de voltar à disputa pelo título depois que perdemos o terceiro jogo (em Cleveland), que foi decisivo", disse LeBron, se referindo ao duelo no qual o time de Oakland abriu 3 a 0 na série final e ficou muito próxima do título.

O astro ainda ressaltou a importância que teve para o rival a contratação de Kevin Durant, que deixou a já poderosa equipe ainda mais forte. Após sair do Oklahoma City Thunder depois do término da temporada retrasada, o jogador liderou o Warriors como grande destaque da decisão.

"O Warriors fez uma grande temporada e a chegada de Durant lhe transformou em uma equipe com poucas deficiências em seu jogo, o que foi demonstrado no duelo que fizemos contra eles", admitiu LeBron, que também despistou ao comentar relatos da mídia norte-americana que dão conta de que ele poderá ir para a Califórnia para defender Los Angeles Lakers ou Los Angeles Clippers em 2018, então com a facilidade de poder definir o seu futuro como um agente livre.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.