Aaron Josefczyk/Reuters
Aaron Josefczyk/Reuters

De virada, Miami Heat bate Cavaliers e amplia série invicta na NBA

Mais uma vez, LeBron James deu um show e marcou 19 dos seus 25 pontos no segundo tempo

AE, Agência Estado

21 de março de 2013 | 09h05

CLEVELAND - O Miami Heat, líder da Conferência Leste, precisou suar muito, mas conseguiu uma incrível vitória fora de casa sobre o Cleveland Cavaliers por 98 a 95, na rodada de quarta-feira, e chegou ao 24.º triunfo consecutivo na temporada. É a segunda maior série invicta da história da NBA, atrás apenas das 33 partidas do Los Angeles Lakers da temporada 1971/1972.

Ainda ressentidos com a troca de LeBron James para o Heat, os torcedores dos Cavaliers lotaram o ginásio e empurraram sua equipe, que começou muito bem e parecia que encerraria a sequência do rival. No terceiro quarto, a desvantagem do time de Miami chegou a ser de 27 pontos, mas foi aí que LeBron dominou, marcando 19 de seus 25 pontos no segundo tempo, e garantiu a vitória.

O próprio jogador, após a partida, classificou a noite como uma das mais "bizarras" e "únicas" de sua carreira. Os Cavaliers ainda tiveram uma chance com seis segundos para o fim do jogo, quando Wayne Ellington tentou de três. Após a bola tocar no aro, houve uma disputa no garrafão e a bola saiu, mas a arbitragem decidiu dar posse para o Heat depois de olhar o replay.

Além do cestinha LeBron, que também pegou 12 rebotes, o Heat contou com os 17 pontos de Mario Chalmers, já que Dwyane Wade e Chris Bosh estavam em noite pouco inspirada, com apenas 11 pontos para cada. Pelos Cavaliers, destaque para Wayne Ellington, com 20 pontos, e Tristan Thompson, com 18.

Se o líder da Conferência Leste teve trabalho, o primeiro colocado do Oeste contou com um pouco mais de tranquilidade. Em casa, o San Antonio Spurs bateu o Golden State Warriors por 104 a 93, em mais uma grande noite de Tim Duncan, que anotou 25 pontos e 13 rebotes.

A equipe texana, que chegou à 52.ª vitória na temporada, ainda contou com 17 pontos do brasileiro Tiago Splitter e os 16 do argentino Manu Ginóbili. Pelos Warriors, destaque mais uma vez para o armador Stephen Curry, com 24 pontos.

Ainda no Oeste, o segundo e o terceiro colocados, Oklahoma City Thunder e Memphis Grizzlies, respectivamente, também se encontraram na quarta-feira. Melhor para os Grizzlies, que, em casa, venceram por 90 a 89, na prorrogação.

Jarryd Bayless, com uma bola de três, garantiu o empate no tempo normal e, no tempo extra, o herói foi Marc Gasol, com uma cesta a menos de um segundo para o fim. O cestinha, no entanto, saiu do lado do Thunder: Kevin Durant, com 32 pontos.

A rodada de quarta ainda teve o Washington Wizards, do brasileiro Nenê, vencendo o Phoenix Suns por 88 a 79, mesmo fora de casa. O pivô foi um dos destaques, com 17 pontos e oito rebotes, mas o cestinha de sua equipe e da partida foi o armador John Wall, que anotou 19 pontos.

Confira os resultados de quarta-feira na NBA:

Charlotte Bobcats 107 x 101 Toronto Raptors

Cleveland Cavaliers 95 x 98 Miami Heat

New York Knicks 106 x 94 Orlando Magic

Atlanta Hawks 98 x 90 Milwaukee Bucks

Memphis Grizzlies 90 x 89 Oklahoma City Thunder

New Orleans Hornets 87 x 86 Boston Celtics

Houston Rockets 100 x 93 Utah Jazz

Dallas Mavericks 96 x 113 Brooklyn Nets

San Antonio Spurs 104 x 93 Golden State Warriors

Phoenix Suns 79 x 88 Washington Wizards

Los Angeles Clippers 101 x 72 Philadelphia 76ers

Veja as partidas da NBA nesta quinta-feira:

Chicago Bulls x Portland Trail Blazers

Denver Nuggets x Philadelphia 76ers

Sacramento Kings x Minnesota Timberwolves

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.