Steve Dykes| AP
Steve Dykes| AP

Destaque do Minnesota, Towns é calouro do ano 'unânime' da NBA

Karl-Anthony Towns é o quinto rookie a receber todos os votos para primeira colocação da história da liga norte-americana de basquete

Estadão Conteúdo

16 Maio 2016 | 11h39

Se Stephen Curry foi eleito o MVP (jogador mais valioso) da temporada 2015/16 de forma unânime, Karl-Anthony Towns não deixou por menos entre os calouros. O pivô do Minnesota Timberwolves também recebeu todos os 130 votos para a primeira colocação e foi anunciado nesta segunda-feira o melhor novato do ano da NBA.

Dominicano, Towns foi escolhido na primeira posição do Draft de 2015 da NBA pelo Timberwolves. Em sua temporada de estreia na principal liga de basquete do mundo, atuou como titular nos 82 jogos da equipe e teve médias de 18,3 pontos e 10,5 rebotes, em 32 minutos jogados por partida.

Com os 130 votos para a primeira colocação, Towns se tornou o quinto jogador a vencer o prêmio de calouro do ano de forma unânime, se juntando a Ralph Sampson (1983/84), David Robinson (1989/90), Blake Griffin (2010/11) e Damian Lillard (2012/13).

Towns também garantiu que o prêmio ficasse em Minneapolis, já que no ano passado foi Andrew Wiggins, também do Timberwolves, o vencedor. Mas nem os dois juntos foram capazes de colocar a equipe na briga pelos playoffs. Em 2015/16, a franquia foi a antepenúltima colocada do Oeste, com somente 29 vitórias em 82 jogos.

Ter recebido todos os votos para primeiro colocado na premiação fez Towns ficar com 650 pontos, bem à frente do segundo colocado na votação, o letão Kristaps Porzingis. O jogador do New York Knicks recebeu 117 dos 130 votos para segundo colocado e terminou com 363 pontos.

Bem atrás, na terceira colocação, apareceu o pivô sérvio Nikola Jokic, do Denver Nuggets, com 59 pontos. Ainda foram lembrados pelos especialistas que participaram da eleição: Devin Booker, do Phoenix Suns, Jahlil Okafor, do Philadelphia 76ers, Jutice Winslow, do Miami Heat, Emmanuel Mudiay, do Denver Nuggets, Myles Turner, do Indiana Pacers, e D'Angelo Russell, do Los Angeles Lakers.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.