Dustin Bradford/AFP
Dustin Bradford/AFP

Devin Booker, do Phoenix Suns, passa a integrar o 'Dream Team' dos EUA para a Olimpíada de Tóquio

Astro de 24 anos estará no Japão ao lado de Damian Lillard e Bradley Beal; lista final deve sair até o fim do mês

Redação, O Estado de S.Paulo

19 de junho de 2021 | 13h41

Um dos responsáveis por levar o Phoenix Suns até a primeira final da Conferência Oeste na NBA desde 2010, Devin Booker será um dos 12 jogadores que irão compor o 'Dream Team' da seleção masculina dos Estados Unidos para a Olimpíada de Tóquio.

A estreia dos EUA na mas tradicional competição mundial será no dia 25 de julho, diante da França. Com a classificação da Franquia do Arizona para a 'semifinal' da NBA e, consequentemente, para uma eventual decisão da liga, deixará o astro de 24 anos com tempo limitado de recuperação e descanso até voltar às quadras de Tóquio.

Booker liderou o Phoenix Suns em pontuação durante a atual temporada regular e tem sido o cestinha também nos playoffs. Suas participações têm sido determinantes para a campanha da equipe até aqui, incluindo uma apresentação de 47 pontos no jogo decisivo contra o Los Angeles Lakers de LeBron James e 34 pontos na partida que determinou a eliminação do Denver Nuggets.

As informações sobre a convocação foram confirmadas pela ESPN americana nesta sexta-feira. Além dele, Bradley Beal, um dos principais jogadores do Washington Wizards, também foi relacionado para participar da Olimpíada. Ele terá sua primeira participação em Jogos Olímpicos, mas seu histórico com a camisa da seleção é bem positivo, já que foi o cestinha dos norte-americanos na campanha invicta do Mundial Sub-17 de 2010.

Booker e Beal são nomes que encorpam o elenco que já conta com nomes importantes, como Damian Lillard, armador do Portland Trail Blazers. Jogadores como Draymond Green, do Golden State Warriors, e Jayson Tatum, também estão entre as prováveis reforços. Técnico do San Antonio Spurs, o vitorioso Gregg Popovich é quem comanda a equipe.

No entanto, nomes de peso como LeBron James e Jimmy Butler já disseram que não irão a Tóquio. Os dois, por exemplo, tiveram uma temporada desgastante após fazerem a última final da NBA entre Los Angeles Lakers e Miami Heat. Ambos foram eliminados na primeira rodada da atual pós-temporada da liga. A lista final dos convocados dos EUA deve ser divulgada até o final do mês.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.