Arquivo/AE
Arquivo/AE

Diretor diz que astros da NBA devem jogar Mundial

LeBron James, Kobe Bryant, Dwight Howard e cia estão compromissados com o programa da seleção americana

AE-AP, Agencia Estado

20 de maio de 2009 | 18h42

O diretor da federação norte-americana de basquete, Jerry Colangelo, garantiu nesta quarta-feira que há grandes chances de os maiores astros da NBA representarem a seleção dos Estados Unidos no Mundial da Turquia, em 2010. Segundo Colangelo, jogadores como Kobe Bryant e LeBron James, que estiveram presentes na conquista de medalha de ouro olímpica, em Pequim, no ano passado, firmaram um compromisso de atuarem na competição em Istambul.

Colangelo contou que se reuniu com metade da equipe campeã na China no último dia 15 de fevereiro, em Phoenix, quando foi realizado o All-Star Game da NBA. Na conversa, estavam Dwyane Wade, Dwight Howard, Chris Paul e Chris Bosh, todos jogadores que já atuaram no último Mundial, em 2006, no Japão. "Me disseram que estavam de acordo", disse o diretor sobre o pedido para que eles marcassem presença na Turquia e também no próximo ciclo olímpico, em Londres.

"Me parece importante o que indicaram neste momento. Acho que isso é o que pensam", afirmou Colangelo. "É um possibilidade real que a base dos jogadores da nossa equipe olímpica nos represente na Turquia." O diretor, porém, manteve a cautela quanto à certeza da participação dos astros da NBA. "Podem acontecer muitas coisas até 2010, e temos que ver como será."

No Mundial, os Estados Unidos buscam quebrar um jejum de títulos que já dura desde 1994. Na última edição, a seleção norte-americana, sem Kobe Bryant, ficou apenas com o terceiro lugar. Para o torneio, Colangelo ainda espera que o técnico Mike Krzyzewski confirme sua intenção de comandar a equipe. Após conquistar o ouro em Pequim, o treinador demonstrou vontade de deixar o cargo. No recesso da equipe nacional, ele treina a equipe da Universidade de Duke.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.