Ralph Lauer/EFE
Ralph Lauer/EFE

Dirk Nowitzki celebra vitória do Dallas Mavericks e atuação perfeita

Alemão anotou 48 pontos no triunfo de sua equipe por 121 a 112 sobre o Oklahoma City Thunder

AE, Agência Estado

18 de maio de 2011 | 09h03

DALLAS - Uma atuação praticamente perfeita de Dirk Nowitzki foi decisiva para que o Dallas Mavericks derrotasse o Oklahoma City Thunder por 121 a 112 na primeira partida da final da Conferência Oeste da NBA, na noite de terça-feira. O alemão anotou 48 pontos, sendo que converteu os 24 arremessos livres que teve, o que é um recorde nos playoffs. Com a bola em jogo, acertou 12 de 15 arremessos tentados. Por isso, Nowitzki comemorou o seu desempenho e o triunfo do Dallas.

"Eu estava realmente esperando chutar desde o início do jogo e consegui encontrar o meu ritmo logo após os primeiros arremessos", afirmou. "Segui atacando e meus companheiros seguiram me dando a bola e por isso pude ter vantagem sobre os jogadores mais baixos", completou Nowitzki.

O técnico do Oklahoma City Thunder avaliou que seus jogadores fizeram o possível para barrar o alemão, que ainda obteve oito rebotes e deu cinco assistências. "Penso que Dirk esteve muito bem nesta noite. Creio que o enfrentamos da maneira mais próxima que pudemos, naturalmente, de muito perto", disse Scott Brooks.

Os outros jogadores do Dallas também estavam com a pontaria afiada, já que a equipe converteu 53,4% dos arremessos contra 47,2% do Thunder. Jason Terry, com 24 pontos, Jose Juan Barea, com 21 pontos, e Jason Kidd, com 11 assistências, foram os outros destaques do Mavericks. Kevin Durant liderou o Thunder com 40 pontos, enquanto Russell Westbrook fez 20.

A segunda partida da série acontece na quinta-feira, novamente em Dallas. Já a final da Conferência Leste da NBA prossegue nesta quarta-feira. O Chicago Bulls, que lidera a série por 1 a 0, recebe o Miami Heat.

Veja também:

video ESPN - Nowitzki exalta assistência dos companheiros por atuação brilhante

video ESPN - Dallas larga na frente do Oklahoma na final do Oeste

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.