Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Duncan assusta o Spurs em triunfo sobre o Warriors

Dono da melhor campanha da temporada na NBA, o San Antonio Spurs tomou um susto na partida contra o Golden State Warriors, na noite desta segunda-feira. A equipe texana não teve a vitória por 113 a 102 ameaçada, mas correu o risco de ficar desfalcada de seu principal jogador, Tim Duncan. O pivô torceu o joelho no segundo quarto e ficou quase um minuto caído na quadra se contorcendo de dor. "Lembramos de coisas muito, muito más", revelou o armador Tony Parker.

AE, Agência Estado

25 de janeiro de 2011 | 07h48

O veterano, de 34 anos, foi levado para o vestiário, onde recebeu atendimento. Recuperou-se a ponto de voltar ao jogo no segundo tempo e terminar o confronto como terceiro cestinha do Spurs, com 16 pontos, atrás do argentino Manu Ginóbili (20 pontos) e de Parker (duplo-duplo de 18 pontos e 11 assistências). "Me senti mal, o joelho ficou preso", contou Duncan, que precisou enfaixar o local para voltar a jogar. "Mas pelo menos pude jogar o segundo tempo, então fiquei bem."

O brasileiro Tiago Splitter, que no último sábado foi o cestinha do time, com 11 pontos, na acachapante derrota frente ao New Orleans Hornets, aos poucos vem ganhando rodagem. Nesta segunda, ele jogou por 21 minutos e conseguiu sete pontos e seis rebotes.

Com a 38ª vitória em 45 jogos, o San Antonio garantiu a melhor campanha da NBA pelo menos até o dia 6 de fevereiro, o que dá ao técnico Gregg Popovich a missão de dirigir a seleção da Conferência Oeste no Jogo das Estrelas, no dia 20 do próximo mês, em Los Angeles.

EMOÇÃO ATÉ O FIM - O New Orleans Hornets comprovou a boa fase que vive ao bater o Oklahoma City Thunder, líder da Divisão Noroeste, por 91 a 89, e chegar à nona vitória seguida. E de forma emocionante: a dez segundos do fim, com o jogo estava empatado, o Thunder tinha a posse de bola, mas Chris Paul interceptou um passe de Nick Collison e deu ao Hornets a chance de tentar o último ataque. Coube a David West, a 0,5 segundos do soar da campainha, acertar um arremesso certeiro e definir a partida.

O resultado deu ao time de New Orleans a 30ª vitória em 46 jogos e a terceira melhor campanha do Oeste, atrás apenas do Spurs e do Los Angeles Lakers. O Oklahoma, com 28 triunfos e 16 derrotas, têm o quinto melhor retrospecto da mesma conferência.

Com boas atuações do pivô Kurt Thomas e do armador Derrick Rose, o Chicago Bulls, líder da Divisão Central, superou o Milwaukee Bucks por 92 a 83. O primeiro, jogador mais velho da NBA, com 38 anos, conseguiu sua melhor marca na temporada ao terminar com 22 pontos - também pegou nove rebotes e deu cinco assistências. O segundo conseguiu um duplo-duplo de 21 pontos e 10 assistências.

Ainda sem o brasileiro Leandrinho, afastado do time há duas semanas devido a uma lesão muscular, o Toronto Raptors amargou a oitava derrota seguida ao cair por 100 a 98 diante do Memphis Grizzlies, em casa. Com o departamento médico lotado, a equipe canadense vem jogando com apenas nove jogadores à disposição do técnico Jay Triano.

Também sem Anderson Varejão, afastado até o final da temporada devido a uma lesão no tornozelo, o Cleveland Cavaliers segue em plena decadência - perdeu pela 17ª vez consecutiva, por 103 a 101 para o New Jersey Nets.

Resultados de segunda-feira:

New Jersey Nets 103 x 101 Cleveland Cavaliers

Orlando Magic 96 x 103 Detroit Pistons

Philadelphia 76ers 105 x 95 Phoenix Suns

Toronto Raptors 98 x 100 Memphis Grizzlies

New York Knicks 115 x 106 Washington Wizards

Chicago Bulls 92 x 83 Milwaukee Bucks

Minnesota Timberwolves 125 x 129 Houston Rockets

New Orleans Hornets 91 x 89 Oklahoma City Thunder

Portland Trail Blazers 81 x 96 Sacramento Kings

Golden State Warriors 102 x 113 San Antonio Spurs

Jogos de terça-feira:

Washington Wizards x Denver Nuggets

Boston Celtics x Cleveland Cavaliers

Dallas Mavericks x Los Angeles Clippers

Sacramento Kings x Charlotte Bobcats

Los Angeles Lakers x Utah Jazz

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.