Bob Donnan/AFP
Bob Donnan/AFP

Em dia agitado na NBA, Tony Parker deixa o Spurs e vai para o Charlotte Hornets

Valor do novo contrato do jogador francês, a ser assinado nos próximos dias, deverá ser de aproximadamente R$ 39 milhões por 2 anos

Estadão Conteúdo

06 Julho 2018 | 23h26

A sexta-feira foi bem agitada na NBA. No primeiro dia em que os jogadores podem assinar novos contratos, algumas negociações que já estavam apalavradas puderam ser concretizadas e outras estão bem próximas da assinatura. É o caso do veterano armador francês Tony Parker, que deixará o Santo Antonio Spurs depois de quase 20 anos e quatro títulos. Seu próximo time deverá ser o Charlotte Hornets.

+ Confira o noticiário da NBA

O valor do novo contrato do jogador francês, a ser assinado nos próximos dias, deverá ser de aproximadamente US$ 10 milhões (cerca de R$ 39 milhões) por 2 anos. Além de quatro anéis de campeão, Tony Parker apareceu seis vezes no All-Star Game e participou dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro, em 2016.

Quem já assinou um novo contrato, mas permaneceu onde está, é o ala Paul George. Nesta sexta-feira, o Oklahoma City Thunder anunciou oficialmente a assinatura do novo vínculo do jogador com a franquia. Um dos mais cobiçados desde que recusou a cláusula de renovação automática do próprio Thunder, fica por mais quatro anos ao lado do armador Russell Westbrook, em acerto de US$ 137 milhões.

Paul George era cotado para se transferir para o Los Angeles Lakers, onde iria fazer dupla com o astro LeBron James. Mas o ala resolveu ficar em Oklahoma City. "Paul George é o exemplo dos valores do Oklahoma no seu melhor sentido e estamos felizes que ele continue com nossa organização. Paul, sua família, são abertos e colaborativos. Focamos agora em construir o nosso futuro e criar nossa identidade com Paul", disse Sam Presti, diretor do Oklahoma City Thunder.

Na Califórnia, o Lakers ainda espera pela assinatura do contrato de LeBron James, que deverá acontecer somente no final deste mês - o astro curte férias com a família na Europa. O astro do basquete acertou um contrato por quatro temporadas, no valor de US$ 154 milhões (quase R$ 596 milhões). Mas nesta sexta-feira acertou oficialmente a contratação do armador Rajon Rondo, em um contrato de um ano no valor de US$ 9 milhões, e a renovação de Kentavious Caldwell-Pope, ala-armador que veio do Detroit Pistons na última temporada - assinou um contrato de US$ 12 milhões por um ano.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.