Frank Gunn/AP
Frank Gunn/AP

Em jogo com briga em quadra, Raptors derrotam os Bulls na NBA; Felício se lesiona

Robin Lopez e Serge Ibaka protagonizaram troca de socos após desentendimento

Estadao Conteudo

22 de março de 2017 | 09h34

Em rodada marcada por duelo quente no Canadá, o Toronto Raptors derrotou o Chicago Bulls por 122 a 120 na prorrogação, na noite desta terça-feira, em jogo que o pivô brasileiro Cristiano Felício deixou a quadra com dores nas costas. Na mesma noite, o Golden State Warriors e o San Antonio Spurs venceram fora de casa e seguem com as melhores campanhas do campeonato.

Em Toronto, a troca de socos entre Serge Ibaka, do time da casa, e Robin Lopez, do Bulls, chamou mais atenção do que o rendimento em quadra. Os dois jogadores se desentenderam na saída de bola do Raptors, após cesta de três pontos. Eles trocaram empurrões no garrafão e tentaram acertar socos no rosto um do outro até que os demais jogadores afastassem os dois.

A confusão no terceiro quarto da partida causou a expulsão dos dois atletas, que ainda devem sofrer suspensões na sequência da temporada regular. Longe da briga, os destaques foram DeMar DeRozan, cestinha da partida, com 42 pontos. Registrou ainda sete rebotes e oito assistências.

Pelo Bulls, Jimmy Butler somou 37 e obteve um "double-double" com 10 rebotes. Rajon Rondo contribuiu com 24. E Cristiano Felício, que entrou no lugar do expulso Lopez, anotou cinco pontos e dois rebotes em 15 minutos. Mas deixou a partida com dores lombares - chegou a ser atendido pelos médicos ainda em quadra.

 

Com o resultado, o Raptors encerrou uma sequência de 11 derrotas seguidas. Agora a equipe soma 42 vitórias e 29 revezes, na quarta colocação da Conferência Leste. O Bulls está em 10º, fora da zona de classificação aos playoffs, com 33 triunfos e 38 derrotas.

Pela mesma rodada, o Golden State Warriors faturou mais uma vitória ao superar o Dallas Mavericks por 112 a 87, em duelo que colocou frente à frente os irmãos Curry. Stephen, novamente, levou a melhor. O irmão mais famoso se saiu melhor, mesmo sem brilhar. Ele registrou 17 pontos, cinco rebotes e nove assistências, contra dez pontos, três rebotes e quatro assistências de Seth Curry.

Klay Thompson foi o cestinha da partida, com 23 pontos. Pelo Mavericks, o destaque foi Dirk Nowitzki, com 16 pontos e nove rebotes. O Warriors segue na liderança da Conferência Oeste, com 57 vitórias e 14 derrotas. O time de Dallas ocupa o 10º posto, com 30 vitórias e 40 derrotas.

Vice-líder do Oeste, o San Antonio Spurs também venceu na rodada, ao bater o Minnesota Timberwolves por 100 a 93. Jogando fora de casa, LaMarcus Aldridge comandou os visitantes com seus 26 pontos. Kawhi Leonard anotou 22. Do outro lado da quadra, Karl-Anthony Tows conseguiu um "double-double" de 25 pontos e 14 rebotes. O Spurs tem 54 triunfos e 16 derrotas, enquanto o Timberwolves é o 12º, com 28 vitórias e 42 derrotas.

Com mais um brasileiro em quadra, o Phoenix Suns visitou o Miami Heat e acabou sendo derrotado por 112 a 97. Leandrinho anotou 13 pontos, um rebote e uma assistência em 17 minutos em quadra. Marquese Chriss liderou os visitantes, com 24 pontos, sendo o cestinha do jogo. Penúltimo colocado do Oeste, com apenas 22 vitórias e 49 derrotas, o Suns não tem mais chances de entrar nos playoffs.

Confira os resultados da noite desta terça-feira:

Toronto Raptors 122 x 120 Chicago Bulls

Brooklyn Nets 98 x 96 Detroit Pistons

Miami Heat 112 x 97 Phoenix Suns

New Orleans Pelicans 95 x 82 Memphis Grizzlies

Dallas Mavericks 87 x 112 Golden State Warriors

Minnesota Timberwolves 93 x 100 San Antonio Spurs

Portland Trail Blazers 90 x 93 Milwaukee Bucks

Los Angeles Clippers 133 x 109 Los Angeles Lakers

Acompanhe os jogos desta quarta-feira:

Orlando Magic x Charlotte Hornets

Boston Celtics x Indiana Pacers

Chicago Bulls x Detroit Pistons

Oklahoma City Thunder x Philadelphia 76ers

Washington Wizards x Atlanta Hawks

Denver Nuggets x Cleveland Cavaliers

Sacramento Kings x Milwaukee Bucks

Utah Jazz x New York Knicks

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.