Em jogo com recorde de pontos, Phoenix bate o New Jersey

Num dos jogos mais emocionantes dos últimos tempos da NBA, e que lembrou os grandes placares que aconteciam na liga nos anos 70 e 80, o Phoenix Suns derrotou o New Jersey Nets por 161 a 157, na noite desta quinta-feira, em New Jersey, por mais uma rodada da temporada regular. O jogo só foi decidido após duas prorrogações, mas só o tempo normal já mostra como foi a efetividade dos ataques sobre as defesas (133 a 133). O recorde de pontos na história da NBA aconteceu em fevereiro de 1983, quando o Detroit Pistons venceu o Denver Nuggets por 186 a 184, após três prorrogações.O duelo da partida foi entre os armadores das duas equipes. De um lado, o armador Jason Kidd conseguiu a façanha de se tornar o terceiro maior anotador de triples-doubles (dois dígitos em três fundamentos) ao marcar 38 pontos, agarrar 14 rebotes e dar 14 assistências. Agora com 78 na carreira, Kidd empatou com o lendário Wilt Chamberlain na terceira colocação. Mas quem se deu melhor foi o armador do Phoenix, o canadense Steve Nash, que marcou 42 pontos e fez jus aos dois títulos consecutivos de MVP (melhor jogador) nas últimas temporadas."Esse foi um jogo muito louco. Eles (Nets) decidiram fazer uma partida corrida contra a gente. Ambos os times queriam a vitória e nós tivemos sorte no final", contou Nash, que jogou quase 48 minutos e ainda contribuiu com 13 assistências. Do banco de reservas, o armador brasileiro Leandrinho marcou 16 pontos na oitava vitória consecutiva do Phoenix, que agora tem 11 vitórias e 6 derrotas.Em outro confronto de destaque, o Detroit Pistons foi ao Texas e bateu o Dallas Mavericks por 92 a 82. Os alas Tayshaun Prince e Rasheed Wallace foram os destaques ao marcar 20 e 19 pontos, respectivamente, para os visitantes. O cestinha da partida foi o ala alemão Dirk Nowitzki, que anotou 29 pontos para o Dallas. Completando a rodada, o Miami Heat ganhou do Sacramento Kings por 93 a 91, após uma prorrogação, na Califórnia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.