Eric Christian Smith/AP
Eric Christian Smith/AP

Em noite de homenagem a Yao Ming, Harden conduz Rockets à vitória sobre o Bulls

Armador anotou 42 pontos e pegou 12 rebotes no jogo desta sexta-feira

Estadao Conteudo

04 Fevereiro 2017 | 10h10

Um dos grandes jogadores da história recente do Houston Rockets e fenômeno cultural que disseminou a NBA pelo mundo, o chinês Yao Ming inspirou a equipe texana na rodada de sexta-feira da liga norte-americana. No dia em que aposentou a camisa 11 do ex-pivô, o Rockets derrotou o Chicago Bulls por 121 a 117, na prorrogação, em casa, para consolidar-se na terceira colocação da Conferência Oeste. O Bulls, por sua vez, é o sétimo do Leste.

Apesar do confronto disputado, as atenções foram todas voltadas para o intervalo da partida, em que o Rockets homenageou Yao. Escolhido na primeira posição do Draft de 2002, o pivô de 2,29m foi um dos melhores de sua posição enquanto esteve bem fisicamente e se notabilizou por tornar a NBA reconhecida na Ásia.

Com a bola em jogo, no entanto, quem levou o time texano à vitória mais uma vez foi James Harden. Um dos principais candidatos ao prêmio de MVP (jogador mais valioso) da temporada, o ala/armador acertou o arremesso que igualou o jogo em 108 a 108 a 27 segundos para o fim e o levou para a prorrogação. No tempo extra, ainda confirmou o triunfo do Rockets com uma cesta a 36 segundos para o fim, antes de ser reverenciado por Yao.

Harden ficou a uma assistência do "triple-double" e terminou com 42 pontos e 12 rebotes. Ele foi auxiliado pelos 21 pontos de Eric Gordon, um dos melhores reservas da NBA nesta temporada. Nenê, com uma lesão na virilha, ficou de fora. Pelo Bulls, destaque para os 23 pontos e nove assistências de Michael Carter-Williams e os 20 pontos de Taj Gibson. O brasileiro Cristiano Felício atuou por sete minutos e anotou dois pontos.

Ainda na sexta, no jogo das duas equipes mais vencedoras da NBA, o Boston Celtics confirmou o favoritismo e derrotou o Los Angeles Lakers por 113 a 107, em casa. Curiosamente, os times entraram em quadra empatados com 3.252 triunfos em suas histórias, recorde da liga, e o resultado fez com que o Celtics se isolasse na liderança desta disputa.

Isaiah Thomas, com 38 pontos, foi mais uma vez o responsável pela vitória do Celtics, auxiliado pelos 18 de Jae Crowder. O time é o segundo colocado do Leste, atrás apenas do Cleveland Cavaliers, enquanto o Lakers, que contou com 21 pontos do reserva Lou Williams, é o penúltimo do Oeste. O brasileiro Marcelinho Huertas atuou por oito minutos e anotou três pontos e duas assistências.

Outros dois brasileiros estiveram em quadra na sexta. Lucas Bebê atuou 25 minutos e anotou quatro pontos e sete rebotes, mas seu Toronto Raptors sofreu mais uma vez com a ausência de DeMar DeRozan e caiu para o Orlando Magic por 102 a 94. Já Leandrinho saiu zerado após jogar por 14 minutos no triunfo do Phoenix Suns sobre o Sacramento Kings por 105 a 103.

Confira os resultados de sexta-feira:

Orlando Magic 102 x 94 Toronto Raptors

Brooklyn Nets 97 x 106 Indiana Pacers

Detroit Pistons 116 x 108 Minnesota Timberwolves

Houston Rockets 121 x 117 Chicago Bulls

Oklahoma City Thunder 114 x 102 Memphis Grizzlies

Boston Celtics 113 x 107 Los Angeles Lakers

Denver Nuggets 121 117 Milwaukee Bucks

Sacramento Kings 103 x 105 Phoenix Suns

Portland Trail Blazers 104 x 108 Dallas Mavericks


Acompanhe as partidas deste sábado:

Washington Wizards x New Orleans Pelicans

Atlanta Hawks x Orlando Magic

Indiana Pacers x Detroit Pistons

Miami Heat x Philadelphia 76ers

New York Knicks x Cleveland Cavaliers

Utah Jazz x Charlotte Hornets

Phoenix Suns x Milwaukee Bucks

San Antonio Spurs x Denver Nuggets

Minnesota Timberwolves x Memphis Grizzlies

Sacramento Kings x Golden State Warriors

Mais conteúdo sobre:
NBABasquetebasquetenba

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.