Espanhol Moncho Monsalves é o novo técnico do Brasil

Treinador de 63 anos já comandou os brasileiros Oscar Schimdt e Marcelinho Machado em clubes da Espanha

18 de janeiro de 2008 | 18h32

O espanhol Juan Manuel 'Moncho' Monsalve Fernandez é o novo técnico da seleção brasileira masculina de basquete. O anúncio foi feito nesta sexta-feira pelo presidente da Confederação Brasileira de Basketball (CBB), Gerasime 'Grego' Bozikis. A apresentação do treinador está marcada para o mês de fevereiro.  "Moncho Monsalve é um técnico qualificado, com conhecimento internacional e apreciador do jogo solidário e do conceito de equipe. Conhece bem o nosso estilo e jogadores. Pertence ao Gabinete Técnico da Federação Espanhola, atual campeã mundial. Ele vem dirigir a equipe do Brasil com o objetivo único de nos classificar para a Olimpíada. Depois, quando chegarmos em Pequim, iremos buscar uma medalha olímpica", comentou Bozikis.  Moncho Monsalve, de 63 anos, começou a carreira como jogador na década de 60 e participou de 82 jogos oficiais pela seleção espanhola. Em 1972, iniciou sua trajetória como treinador, no Mataró. De lá pra cá, comandou times como Náutico Teneriffe, Zaragoza, Cajá Málaga e Teneriffe, entre outros.  O técnico espanhol já treinou dois brasileiros: o astro Oscar Schimdt, em 1978, no Castilla Valladolid, e, recentemente, Marcelinho Machado, no Cantabria Lobos, ambas equipes da Espanha.  "Mais que um objetivo pessoal, treinar a seleção brasileira é uma oportunidade e um privilégio. Conheço muito bem os jogadores que participaram da Copa América de Santo Domingo [2005], do Campeonato Mundial do Japão [2006] e do Torneio Pré-Olímpico de Las Vegas [2007], competições que estive presente", afirmou Moncho. O espanhol apontou Grécia, Croácia, Eslovênia e Alemanha como principais adversários do Brasil na briga pelas últimas três vagas em Pequim. Angola, Argentina, Austrália, China, Irã, Lituânia, Rússia, Espanha e Estados Unidos já garantiram vaga nos Jogos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.