David Zalubowski / AP
David Zalubowski / AP

Esposa de Popovich morre e técnico desfalca o Spurs em jogo dos playoffs

Astros da liga manifestam apoio ao lendário treinador

Estadão Conteúdo

19 de abril de 2018 | 13h38

Erin Popovich, esposa do técnico Gregg Popovich, do San Antonio Spurs e da seleção norte-americana, morreu na noite da última quarta-feira nos Estados Unidos, conforme anunciou a franquia. Por causa disso, o treinador foi liberado pela diretoria e não comandará a equipe no confronto diante do Golden State Warriors, nesta quinta à noite, em San Antonio.

+ LeBron e Durant ficam sem palavras após morte da mulher de Popovich

O Spurs não informou a causa do falecimento. Em nota, o diretor geral da franquia, RC Buford, lamentou a morte e elogiou Erin. "Nós estamos de luto pela morte de Erin. Ela era uma mulher inteligente, gentil, maravilhosa e forte, que deu amor, apoio e humor a todos nós."

Erin e Gregg Popovich eram casados há quatro décadas e tinham dois filhos, além de dois netos. Ela já estava doente há um longo período. De acordo com o jornal San Antonio News-Express, sofria com problemas respiratórios.

Imediatamente após a notícia ser divulgada, grandes nomes da NBA prestaram solidariedade a Gregg Popovich. "Sou um grande fã do técnico Pop. Eu amo o Pop. É uma tragédia. Toda a família da NBA, todos nós estamos juntos, competimos toda noite. Mas algo assim coloca tudo em perspectiva", lamentou LeBron James.

O ala Kevin Durant também se manifestou: "Toda a família da NBA está o apoiando, estamos aqui para o que precisar. Sinto muito pelo Pop". Até o ex-jogador Steve Nash usou as redes sociais para prestar solidariedade. "Conhecendo o Pop, é justo assumir que Erin Popovich era uma verdadeira lenda. Meu mais profundo sentimento a Pop e suas filhas."

Sem Popovich, o Spurs será comandado esta noite pelo assistente Ettore Messina. O time texano está em desvantagem de 2 a 0 na série melhor de 7 diante do Warriors, na primeira rodada dos playoffs da Conferência Oeste, e precisa da vitória para seguir sonhando com a classificação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.