Sérgio Moraes/Reuters<br>
Sérgio Moraes/Reuters

Estrela do jogo, LeBron nega rivalidade com ex-companheiros de Miami

Camisa 23 do Cleveland considera normal a sua mudança de equipe e destaca importância de Anderson Varejão para planos da equipe

EFE

10 de outubro de 2014 | 09h30

Maior astro atual da NBA, LeBron James está no Brasil para a partida válida pela pré-temporada da liga entre o seu Cleveland Cavaliers e o Miami Heat, equipe em que atuava até outro dia. O camisa 23, aliás, minimizou a rivalidade no reencontro com seu ex-time, no sábado, no Rio de Janeiro.

"Não existe rivalidade. Não tem essa história toda que vocês (imprensa) criaram. Tomei uma decisão como vários outros jogadores fizeram neste verão. Ambos os times querem o campeonato, e é isso", afirmou o ala, que deixou o Heat após quatro temporadas para retornar aos Cavaliers, sua primeira equipe na NBA.

"É só um jogo de pré-temporada, e eu continuo bem com todos os caras. Não estou ainda em uma natureza competitiva, é muito cedo. Claro que vai ser especial ver todos de novo. Mas o Cleveland está aqui para trabalhar, e o Miami também", completou James.

Considerado um dos melhores jogadores da história do basquete, James iniciou sua carreira no Cavaliers em 2003, com apenas 18 anos. Explodiu nos anos seguintes e chegou a uma final da NBA, mas, como não conseguiu ser campeão, foi convencido pelo projeto ambicioso do Miami Heat em 2010 e acabou se transferindo para a franquia da Flórida.

O retorno ao clube que o 'draftou' ocorre após dois títulos da liga (2011/2012 e 2012/2013), e com a responsabilidade de dar aos Cavaliers seu primeiro troféu da NBA.

PARCERIA COM VAREJÃO
James disse esperar a colaboração do pivô brasileiro Anderson Varejão para repetir e superar o desempenho das temporadas passadas no Cavaliers.

"Ele (Varejão) é responsável por grande parte do sucesso que nós tivemos anos atrás e também será responsável pelo nosso sucesso no futuro", afirmou o camisa 23.

Em sua segunda visita ao Brasil, James, que assistiu à final da última Copa do Mundo no Maracanã, elogiou os brasileiros e disse estar feliz de participar de uma partida da NBA no país. "É um excelente lugar. Os brasileiros são muito apaixonados por esportes e pelo país. Estão todos muito felizes por ver Anderson Varejão, e eu tambem estou feliz por fazer parte disso", concluiu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.