Steph Chambers/AFP
Steph Chambers/AFP

'Eu sinto que sou o MVP', diz James Harden após liderar os Nets mais umas vez

Contra os Pistons, o 'Barba' foi responsável por um "double-double" de impressionantes 44 pontos e 14 rebotes

Redação, O Estado de S.Paulo

27 de março de 2021 | 13h32

Após uma noite histórica em que liderou o Brooklyn Nets na vitória por 113 a 111 sobre o Detroit Pistons, James Harden fez questão de valorizar seu atual momento na NBA. Segundo o ala-armador analisou que não está simplesmente na discussão para o prêmio de MVP (Jogador Mais Valioso) da temporada. Ele considera a si mesmo como no topo da lista para tal premiação.

Harden foi responsável por um "double-double" de impressionantes 44 pontos e 14 rebotes na noite desta sexta-feira. E quase chegou a um "triple-double", pois também distribuiu oito assistências. "Se eu sinto que eu mereço estar na lista? Eu sinto que eu sou o MVP", declarou o astro. "Quer dizer, é simples assim."

Quando foi questionado mais uma vez sobre o prêmio individual mais importante da NBA, ele brincou: "Os números estão falando por si só, e nós estamos vencendo. Isso é tudo que eu posso dizer". Desde que trocou o Houston Rockets pelo Brooklyn, Harden disputou 30 jogos e tem média de 25,4 pontos, 8,7 rebotes e 11,5 assistências. Desde que chegou o reforço, os Nets estão com aproveitamento de 24 vitórias e somente sete derrotas.

James Harden já foi MVP da NBA em 2018, quando anotou médias de 30,4 pontos por partida. Na atual temporada, o astro lidera liga em passes para a cesta, com 11,2 assistências por exibição, somando duas atuações em Houston e em Brooklyn. "Eu só quero que ir lá todas as noites e tentar dar aos meus colegasde time tudo que eu puder trazer para o jogo", declarou.

O Brooklyn Nets é o 2º colocado da Conferência Leste com 31 vitórias e 15 derrotas, atrás apenas do Philadelphia 76ers. Na NBA como um todo, a franquia possuía 4ª melhor campanha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.