EUA tentam Mundial sem astros da NBA

A hora da verdade chegou para a seleção masculina de basquete dos Estados Unidos, que buscará na Copa América, que começa hoje em Santo Domingos, na República Dominicana, uma das quatro vagas para o Mundial do Japão em 2006 sem os profissionais da NBA. A base do selecionado é formada por atletas que jogam na Europa. O técnico Mo McHone aposta nos novos talentos. "Estou muito feliz com a equipe que formamos e convencido de que seremos muito competitivos", disse o treinador, que terá de driblar a falta de experiência da equipe ao longo da competição. "Pretendemos demonstrar que o basquete nos Estados Unidos não é apenas a NBA, mas que nosso grande potencial está principalmente na formação de jovens valores", completou McHone. Os Estados Unidos, que estão no grupo A ao lado de Brasil, Canadá, Panamá e Venezuela, abrirão a Copa América contra o Panamánesta quarta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.