Ex-jogador da NBA diz que ´odeia pessoas homossexuais´

A três dias do Fim de Semana das Estrelas da NBA, o ex-jogador do Miami Heat Tim Hardaway criou polêmica ao dizer que odeia homossexuais e que não gostaria de ter um como companheiro de equipe.As declarações de Hardaway foram feitas durante um programa de rádio em Miami, na quarta-feira. O tema em debate era de como agir no caso de ter um companheiro de equipe homossexual."Odeio as pessoas homossexuais, isso é algo que deve ser conhecido", comentou Hardaway. "Não gosto nem de estar perto delas. Sou homofóbico. Acho que não deveriam estar no mundo nem nos Estados Unidos", disse.O colunista do Miami Herald Dan Le Betard perguntou se ele poderia aceitar que um jogador dissesse em público que é homossexual, como fez o ex-profissional britânico John Amaechi."Não desejaria ter um companheiro homossexual em minha equipe. Se tivesse, teria que saber e manter distância, porque não é algo válido para mim", respondeu Hardaway.Hardaway também disse que não seria "coerente" que um jogador homossexual ficasse num vestuário com seus companheiros. "Nunca poderia fazer parte desse tipo de situação", acrescentou.Como se esperava, as declarações de Hardaway abriram uma polêmica. Mais tarde o ex-jogador do Miami Heat pediu perdão pelo que tinha dito, e considerou que tinha sido um erro. "Estou arrependido do que disse. Sinto muito. Não deveria ter dito que odiava os homossexuais nem nada parecido", declarou Hardaway a outra rede de rádio de Miami.Hardaway, que jogou por cinco equipes diferentes da NBA de 1990 até 2003, foi selecionado cinco vezes para o All-Star Game. Ninguém da NBA quis comentar as declarações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.