Arquivo/AE
Arquivo/AE

Ex-jogador da NBA, Wayman Tisdale, morre aos 44 anos

Astro no basquete universitário e da NBA, além de jazzista, perde batalha de dois anos contra o câncer

Redação,

15 de maio de 2009 | 15h40

Wayman Tisdale, que jogou por 12 temporadas na NBA, morreu nesta sexta-feira, após uma árdua batalha contra o câncer por 2 anos, no hospital St. John Medical Center em Tulsa, no estado de Oklahoma.

Tisdale, de 44 anos e 2,6 m de altura, descobriu um cisto cancerígena abaixo de seu joelho direito depois de quebrar a perna numa queda em sua casa no dia 8 de fevereiro de 2007. A perna teve de ser amputada em agosto do ano passado, e os médicos davam como certo que o câncer era coisa do passado, mas a doença voltou com força e o ex-jogador não conseguiu vencer a batalha.

No Hall da Fama do basquete universitário, Tisdale fez sua fama na Universidade de Oklahoma, anotando 2.661 pontos, além de 1.048 rebotes. Além disso, Wayman Tisdale possui o recorde de pontos em uma única partida pela universidade, 61 diante do Texas-San Antonio.

Antes de começar sua carreira na NBA, Tisdale participou do time olímpico de 1984, que também contava com as estrelas Michael Jordan, Patrick Ewing e Chris Mullin, conquistando a medalha de ouro. Na liga profissional, o ex-jogador jogou pelo Indiana Pacers, Sacramento Kings e Phoenix Suns, com médias de 15,3 pontos na carreira.

A vida de Wayman Tisdale não era apenas voltada para o basquete. Ele foi jazzista de primeira qualidade, com vários prêmios conquistados, chegando a ter alguns de seus álbuns na lista Billboard dos 10 mais vendidos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.