Família Jordan volta a comemorar título no basquete americano

Jovem Marcus, de 18 anos, filho do eterno astro da NBA Michael, foi campeão com o Chicago Whitney Young

Redação,

23 de março de 2009 | 12h53

A família Jordan voltou a comemorar um título no basquete norte-americano. Dessa vez, de Marcus Jordan, filho do eterno astro da NBA Michael. Nesse fim de semana, o jovem foi fundamental na vitória do seu time, o Chicago Whitney Young, por 69 a 66 sobre o Waukegan, por um campeonato interclasses, em uma escola, no Estado de Illinois.

 

Enquanto Marcus, de 18 anos, comemorava a conquista com seus companheiros, o pai permaneceu imóvel por alguns minutos. Depois de muito observar a festa, decidiu aplaudir em meio a algumas lágrimas. Perguntado se estaria chorando, Jordan foi categórico. "Chorando? não estou chorando", garantiu. "Pelo menos não por mim", brincou com os repórteres.

 

Marcus marcou 19 pontos na decisão, com uma atuação fantástica nos últimos três minutos de partida. Evidentemente, e não poderia ser diferente, ainda longe dos mais de 30 pontos de média do pai. "Foi impressionante", limitou-se a dizer o garoto. Em razão da final do filho, Michael Jordan, um dos proprietários do Charlotte Bobcats, não acompanhou a derrota do seu time para o Indiana Pacers, por 108 a 83.

 

O último título de Michael como profissional foi a sexta conquista da NBA em 1998, ainda pelo Chicago Bulls. Ele se retirou das quadras em 1999, tendo voltado em 2001 e jogado por mais dois anos, no Washington Wizard.

(com agências internacionais)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.