Finais da NBA começam no sábado

Começam neste fim de semana, em séries melhor-de-sete, as finais de conferência da NBA. No sábado, pelo Oeste, o Sacramento Kings, melhor time da temporada regular, recebe o Los Angeles Lakers, atual bicampeão. No domingo, pelo Leste, o Boston Celtics vai a New Jersey enfrentar os Nets, equipe de melhor campanha nesse grupo. E que nunca tinha chegado tão longe.O grupo comandado pelo técnico Byron Scott entrou para a história de New Jersey ao levar o time da cidade, que disputa o campeonato há 26 anos, pela primeira vez a uma decisão de conferência. Se vencer o Boston, decidirá o título da liga contra o campeão do Oeste.A classificação foi obtida na noite de quarta-feira, com uma vitória por 103 a 95, em New Jersey, sobre o Charlotte Hornets, fechando em 4 a 1 a série semifinal melhor-de-sete. Jason Kidd marcou 23 pontos, deu 13 assistências, pegou sete rebotes e roubou três bolas."Jason foi assim a temporada toda. Fez um pouco de tudo para nós. Não queria perder de jeito nenhum", disse Byron Scott. Apesar da euforia pela classificação, Kidd fez questão de elogiar o adversário. "Queríamos encerrar a série nesse jogo, mas é preciso dar crédito ao Charlotte. Eles deram duro. Temos sorte de termos nos classificado."Se não tivesse vencido, New Jersey teria de disputar o sexto jogo em Charlotte, o que daria ao adversário grande chance de empatar a série e levá-la para a sétima partida, gerando na equipe que se classificasse um cansaço maior, o que em tese seria uma desvantagem na decisão.Embora tenha feito a melhor campanha da Conferência Leste, New Jersey perdeu três dos quatro jogos que fez na temporada regular contra o Boston, seu próximo adversário. "Está sendo uma temporada de sonho para nós e não queremos que termine. Mas sabemos que nosso rival vai dificultar ao máximo", disse Kidd.Keith Van Horn, do New Jersey, elogiou sua equipe: "Sou muito grato porque temos um time que adora jogar em conjunto, que atua sem egoísmo e tem uma grande defesa. Depois de todos os maus momentos, estar numa situação como esta tem um sabor muito mais doce.""Temos de tirar o chapéu para os Nets", lamentou Baron Davis, dos Hornets, que a partir da próxima temporada jogarão em New Orleans, não mais em Charlotte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.