Fla erra muito e perde a 2.ª nas finais da Liga Sul-Americana

Na Argentina, time carioca cai diante do Regatas Corrientes por 63 a 56 e se complica na série decisiva

Efe,

17 de abril de 2008 | 23h13

Prejudicado por uma péssima atuação no terceiro quarto, o Flamengo perdeu para o Regatas Corrientes por 63 a 56 na noite desta quinta, no Ginásio José Jorge Contte, na segunda partida da série final da Liga Sul-Americana de basquete. No primeiro jogo, disputado na quarta no mesmo ginásio da província de Corrientes, os brasileiros foram muito mal e caíram por 95 a 72. A equipe ainda perdeu o ala Marcelinho, estrela do time e que foi expulso por uma confusão no terceiro quarto. Mesmo desfalcado de seu principal jogador, a equipe comandada pelo técnico Paulo Chupeta entrou em quadra disposta a mostrar tudo o que não conseguiu na primeira partida. E a equipe foi muito bem-sucedida: aproveitando-se dos erros da defesa argentina, os rubro-negros chegaram a fazer 14 a 6 faltando dois minutos para o fim do primeiro quarto. O Flamengo fechou vencendo por 16 a 11. A boa atuação dos cariocas se repetiu no período seguinte. O ala cubano Amiel e o pivô Coloneze, além do armador Hélio, se encarregaram de segurar a força do Regatas, sempre acompanhado de sua barulhenta torcida, e a vantagem foi de 30 a 22 no intervalo. A situação começou a mudar no terceiro quarto. O Flamengo chegou a estar com vantagem de 32 a 24 quando eram jogados dois minutos, mas realizou uma série de ataques errados e foi permitindo que o Regatas encostasse. Faltando dois minutos para o fim do quarto, a equipe argentina fez 43 a 41, na primeira vez que tomou a frente no placar. A partir daí, o Flamengo se perdeu de vez e passou a sofrer a pressão da torcida. Os argentinos acabaram à frente, vencendo por 47 a 43. No quarto final, os cariocas não souberam segurar os ataques do Regatas, erraram muito e acabaram sofrendo a segunda derrota na série, por 63 a 56. Ao contrário da partida de quarta, nesta quinta não houve muitos problemas dos brasileiros com a torcida - e talvez por isso o time tenha jogado tão bem no início. Com isso, o Flamengo fica com desvantagem de 2 a 0 na decisão e só pode pensar na vitória na terceira partida da série, na próxima terça, às 19 horas, no Maracanãzinho. Se o rubro-negro vencer, precisa de novo resultado na partida de número quatro, às 22 horas de quarta no mesmo Maracanãzinho. Se a série ficar empatada em 2 a 2, Flamengo e Regatas voltam a Corrientes para a quinta e decisiva partida, dia 29 ou 30. As duas equipes nunca conquistaram o título da Liga sul-americana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.